marketing digital tempos de crise

Anunciar no Google Adwords é a melhor forma de superar a crise

marketing digital tempos de crise

Em tempos de recessão, o marketing digital é a melhor solução contra a crise, e anunciar no Google Adwords é a principal estratégia para não entrar no vermelho.

Há mais de dois anos o Brasil se encontra em uma recessão econômica histórica. E tempos de crise não são fáceis nem para a população em geral nem para empresas que muitas vezes se vêm obrigadas a cortar custos onde for possível.

Normalmente e de forma equivocada, um dos departamentos que os empresários passam a enxergar como supérfluo em épocas assim é o marketing. Negligenciar este setor é um erro que pode representar problemas a médio e longo prazo.

O marketing digital garante que a empresa não perca visibilidade e relevância e tem potencial de trazer retorno financeiro, apesar das dificuldades.

A máxima empreendedora de que “é preciso gastar dinheiro para ganhar dinheiro” pode estar desatualizada se pensarmos que, cada vez mais, a busca é por um sistema sustentável, mas ela está certa na sua ideia inicial: se estagnar e tentar estancar a sangria em tempos difíceis esperando pelo fim pode ser um negócio arriscado. É óbvio que buscar corte de custos desnecessários é algo que precisa ser feito regularmente, mas é preciso fazer isso com consciência e planejamento.

publicidade online

O investimento em marketing digital, especificamente em tempos como estes, serve a muitos propósitos, entre eles a fidelização dos atuais clientes, atração de novos e manutenção e, se bem feito, até mesmo aumento das vendas. Mas o principal, que é manter o fluxo de clientes e o patamar de vendas em tempos assim, é essencial para evitar que as contas caiam no vermelho. Além disso, manter a imagem e a relevância da empresa junto ao cliente também pode gerar retorno a médio e longo prazo.

O Google Adwords como ferramenta de vendas

Há mais de 15 anos, o maior serviço de publicidade online do planeta é uma das ferramentas de marketing mais importantes que existem. Criado no ano 2000 como maneira de rentabilizar o sistema de buscas do Google, a ideia por trás do serviço é aliar os interesses de quem busca algo com o que as empresas tem a oferecer.

Para quem ainda não conhece, se é que isso é possível hoje em dia, o Google Adwords funciona da seguinte forma: quando um usuário interessado em adquirir um produto ou serviço faz uma busca no Google (principal buscador em todo mundo), os primeiros resultados a serem exibidos são os de empresas que “patrocinam” esse espaço. Através de uma campanha atrelada a palavras-chave, os anunciantes aparecem em lugar de destaque nessa busca atraindo visitantes com interesse potencial.

Publicidade no Google Adwords

Confira a seguir algumas dicas de como potencializar resultados em sua campanha no Google Adwords:

Os filtros de público alvo do AdWords são alguns de seus maiores diferenciais

A segmentação demográfica do Google AdWords se caracteriza por uma série de filtros de público. Através dela, é possível direcionar a campanha para um público específico definido por sexo, idade e região, garantindo que a maior parte dos cliques recebidos seja de quem realmente está interessado no que é oferecido.

Como a forma de pagamento pelo serviço é pelo número de cliques no anúncio, é importante garantir que só o público-alvo seja impactado. Isso garante que a campanha tenha uma boa taxa de conversão e um bom retorno sobre o investimento. É preciso, contudo, ficar atento ao número de acessos que não converte em vendas. Isso pode significar tanto que o site destino não está claro ou atrativo quanto que o anúncio não está objetivo o suficiente. É preciso analisar a estratégia.

Criando um bom texto para o anúncio: o que escrever e o que não escrever

Não existe fórmula mágica de anúncio que vá servir para todas as empresas, mas existem algumas maneiras de dizer muito no espaço diminuto oferecido. A estrutura normalmente é caracterizada por um título, duas linhas de 35 caracteres cada e uma URL “fictícia”, que aparece em verde e vai ser o caminho para a URL real de destino.

Existem alguns caminhos possíveis para ser chamativo no título e nas linhas do anúncio, sendo provocador, atiçando a curiosidade ou chamando o público especificamente. A dica principal aqui é ser chamativo de maneira clara. Afinal quem digita algo na busca do Google procura os primeiros resultados e, por isso, vai passar os olhos rapidamente pela seção de anúncios.

Nas linhas subsequentes, que têm como objetivo descrever o que é oferecido, o melhor que se pode fazer é explicar o negócio e destacar diferenciais como frete grátis, promoções, exclusividade ou prêmios recebidos. Mas é sempre bom evitar coisas como repetição de informações, linguagem imprópria e o uso de superlativos sem comprovação, como por exemplo “o melhor site, o melhor produto”.

As palavras-chave, palavras-chave negativas e o Google Keyword Planner

A busca, do Google e de qualquer outro site, é sempre feita por palavras. Em uma campanha de links patrocinados, é importante escolher as palavras-chave corretas, aquelas que são mais utilizadas que são mais buscadas pelos usuários da plataforma.

Existe uma ferramenta oferecida pelo Google chamada Keyword Planner que auxilia os anunciantes do AdWords neste sentido. Com ela, é possível escolher as palavras-chave corretas para a campanha, analisando o desempenho, históricos de tráfego, busca e conversão de cada uma delas.

Outra particularidade do sistema é a possibilidade de incluir palavras-chave negativas na campanha com objetivo de não desperdiçar cliques. Palavras-chave negativas são aquelas que podem ser usadas por usuários que não interessam ao anunciante. Como o próprio Google já exemplifica, se por exemplo você vende lentes de câmeras e alguém busca lentes de aumento, a inclusão desta expressão na lista de palavras negativas vai garantir que o anúncio não impacte ninguém desnecessariamente.

Medindo a taxa de conversão da campanha no Google

O principal método de descobrir a eficácia do anúncio no AdWords é por meio da taxa de conversão. Ou seja, quando alguém clica e a partir daí atinge o objetivo esperado pelo anunciante: compra do produto, visita à página, contratação do serviço, etc. Avaliar as palavras e anúncios que não convertem é importante para corrigir a campanha focando sempre nas que proporcionam melhores resultados.

Felizmente o marketing digital permite que as empresas possam agir justamente de maneira mais assertiva e sustentável do que antigamente. Com planejamento e análise constante é possível aproveitar ao máximo as diferentes alternativas publicitárias e, dessa forma, surfar nas ondas da web para passar pelo mar agitado da crise.

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *