Solução para televisão na internet é testada nos EUA


01/11/2005

A digitalização de conteúdo, que atinge a música e a telefonia, caminha a passos largos para chegar à telinha. A Motorola apresentou uma solução esperta de televisão pela internet, ou IPTV. Com o uso de dois aparelhos, o sinal de vídeo é codificado em dados para trafegar pela Rede e novamente convertido em vídeo, na casa do cliente. Com a expansão das redes de TV a cabo, a transmissão de televisão pela internet parece desnecessária. Mas a IPTV abre caminho para aplicações como o comércio eletrônico pela televisão – ao converter o sinal em dados e acrescentar neles a possibilidade de clicar em espaços determinados da tela, o usuário seria levado a um site para concluir a transação, por exemplo. Com a IPTV, o espectador pode ter uma experiência parecida com a da TV digital antes da sua chegada. Mas o cabo não se torna obsoleto com a solução da Motorola.

– A idéia é usá-lo para distribuir o sinal entre os televisores de uma residência – explica Roberto Suzuki, diretor de Marketing da divisão Casa Conectada da Motorola nos EUA. Além dele, é possível adotar a rede de telefonia da casa e já há testes com a rede sem fio Wi-Fi e eletricidade.

O aparelho VIP1100 (set-top box) foi escolhido pela provedora de acesso americana SBC Communications para o seu sistema de televisão pela internet, que começa a funcionar no começo de 2006. – Ela trabalhará com o vídeo numa transferência de 1 Mb/s a 3 Mb/s. Com essa qualidade, ele é igual à transmissão de TV. Para o padrão de alta definição é preciso entre 6 Mb/s e 8 Mb/s – conta Suzuki.

Por essa velocidade, os serviços de banda larga brasileiros ainda não poderiam dar conta do tráfego. A modalidade mais rápida do Velox, por exemplo, chega a ‘apenas’ 1 Mb/s. O executivo explica que, nos EUA, empresas do setor já prometem 30 Mb/s num futuro próximo. Para a IPTV, essa velocidade serviria ao gravador digital de vídeo (DVR, em inglês), que pode ser incorporado ao set-top box para guardar programas no HD embutido. – O usuário pode assistir a um programa em alta definição e gravar outros quatro em simultâneo – diz o executivo. (segue)

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *