O possível \”final feliz\” para o caso Microsoft nos EUA


16/11

Cinco anos depois, a novela em que se transformou o processo antitruste contra a Microsoft nos Estados Unidos pode ter chegado ao fim. No início do mês, a juíza Colleen Kollar-Kotelly, responsável pelo caso, aprovou um acordo fechado há um ano entre a empresa de Bill Gates e o Departamento de Justiça.

A não ser que os nove Estados que mantêm o processo desde então decidam recorrer da decisão, o caso termina com uma vitória incrível para a Microsoft. Isso porque analistas têm considerado “leves” as sanções impostas contra a empresa pelo acordo.

Entre elas, a empresa terá que dar mais flexibilidade aos fabricantes de computadores na escolha de pacotes de programas concorrentes e também compartilhar a parte interna do seu sistema operacional Windows com outras desenvolvedoras.

Além disso, a Microsoft não poderá retalhar fabricantes ou usuários que usem produtos concorrentes.(segue)

FRANCISCO MADUREIRA

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.