marketing de relacionamento

Como usar o marketing de relacionamento para conquistar e fidelizar seus clientes

Uma das máximas mais antigas do mundo dos negócios é que custa cinco vezes mais conquistar um novo cliente do que manter um atual. O marketing de relacionamento é fundamental para manter o funil de vendas sempre funcionando, inclusive com “velhos conhecidos” retornando.

Mas como fazer isso na era do e-commerce, de ofertas em cada página e de bombardeio de informações?

Para voltar a usar a figura do funil, a captura da atenção de uma pessoa que pode ser sua cliente no futuro nunca foi tão fácil. Afinal, é possível alcançar um bom número de clientes potenciais com um anúncio no Instagram, um texto de SEO bem-feito ou até com publicidade paga no Google ou YouTube.

Entretanto, conseguir a atenção é diferente de conquistar um cliente. Para uma empresa que não é tão conhecida, há diversos bloqueios que precisam ser superados para gerar a confiança e, mais tarde, a fidelidade dessa pessoa. Perguntas como “essa loja existe mesmo?”, “será que a qualidade é boa?” precisam ter respostas rápidas. Não à toa empresas com forte presença online usam depoimentos de compradores ou estabelecem parcerias com influenciadores dirimir qualquer dúvida.

Mas e depois que o consumidor estiver solidamente interessado ou mesmo depois da venda, como reter esse comprador? É aqui que entra o marketing de relacionamento.

marketing de relacionamento

A fidelização é um trabalho constante

Se a concorrência é muito forte e a possibilidade de perder um cliente é um medo real, o trabalho de fidelização não pode ser abandonado nunca.

Entre as ideias que podem ter excelentes resultados está a realização de pesquisas pós-compra. Será que o processo é simples e claro para o comprador? A compra de um produto é feita sem estresse e dores de cabeça? Tudo correu bem com a entrega? Uma pesquisa de poucas perguntas, mas que traga insights mostra interesse na experiência do cliente e pode aparar possíveis arestas.

A comunicação com esse cliente para que ele retorne é muito importante e algo que empresas ainda pecam. O uso do telefone ou até de aplicativos como o WhatsApp para fazer novas ofertas pode ser visto como intrusivo e gerar o efeito contrário. O e-mail segue sendo uma ferramenta ideal, desde que autorizado. Usado por todo mundo, desde que não seja de forma exagerada, ele não é intrusivo e pode conter informações relevantes para o cliente.

O uso de uma boa plataforma de disparo de mensagens permite chegar a centenas ou até milhares de caixas de entradas com um conteúdo perfeitamente desenhado para representar sua marca. Por exemplo, um software de email marketing como o Sendinblue tem dezenas de templates que são fáceis de usar e permitem a personalização de sua mensagem.

O e-mail marketing pode servir para criar uma campanha específica, enviar promoções especiais, informar sobre a abertura de novas lojas, a chegada de uma nova coleção de roupas, a criação de um novo cardápio e, até para um contato mais pessoal , como uma mensagem de aniversário. Enfim, o que for interessante para o consumidor.

Uma relação diferente para fidelizar

Ser só mais uma loja ou empresa para o cliente é uma das principais razões para a não fidelização do cliente. No momento que a empresa começa a construir relações com seus consumidores, ela chega a outro nível.

Essa é a razão para muitas empresas se ligarem a causas que são importantes na sociedade, como a Natura e a questão da sustentabilidade.

Não é necessário que toda empresa tenha uma causa para chamar de sua, mas é importante notar que as pessoas estão mais abertas a se conectar a empresas que compartilhem de seus ideais. Então além de oferecer promoções, é interessante que sua empresa tenha uma missão e interesses claros, expondo-os, seja com campanhas publicitárias, ações específicas ou até usando seus canais de comunicação. Como a fidelização exige um comprometimento de ambas as partes, ter os mesmos ideais e lutar por interesses em comum é algo excelente para gerar relações que vão além do balcão de negócios.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.