Vendas online no Brasil devem atingir R$ 15 bi no ano, nos EUA foram o dobro em 1 mês

15/12/2010

As vendas online nos Estados Unidos superaram os 17,5 bilhões de dólares no período de 1.º de novembro a 5 de dezembro, representando um aumento de 12% em relação a 2009, informou a comScore. Apenas um dia desse período – a Cyber Monday, em 29/11 – foi responsável por vendas de mais de 1 bilhão de dólares. O resultado foi 16% maior que o da Cyber Monday de 2009 (U$ 887 milhões). Já a Black Friday – dia em que ocorrem promoções tanto em lojas físicas como virtuais nos EUA – registrou 648 milhões em vendas via Internet. Na Black Friday de 2009, o e-commerce americano registrou vendas de 595 milhões.

No Brasil, o comércio online deve faturar R$ 2,2 bilhões com o Natal de 2010. O dado faz parte de estimativa divulgada pelo E-Bit e representa um acréscimo de 40% em relação às vendas efetivadas em 2009. Caso a previsão se confirme, o setor pode fechar o ano com um faturamento de R$ 15 bilhões, valor recorde. No ano passado, durante o período entre 15 de novembro e 24 de dezembro, o e-commerce foi responsável pela movimentação de R$ 1,6 bilhão. A arrecadação anual ficou em aproximadamente R$ 10 bilhões.

O aumento progressivo da arrecadação do e-commerce está diretamente relacionado com a ascensão econômica da classe C. “Trata-se de uma classe social com uma base populacional muito grande e que está chegando à internet para fazer sua primeira compra. Além disso, a entrada das grandes redes no comércio eletrônico contribui para que o consumidor opte por esse meio”, relata Umberti. Até o final de dezembro, calcula-se que 23 milhões de pessoas terão realizado ao menos uma compra na internet durante o ano.

Uma diferença e tanto. Os norte-americanos compraram em pouco mais de 30 dias o dobro do que os brasileiros vão comprar em um ano. Nem o dado que são 50% a mais de sobrinhos do tio Sam do que brazucas consegue explicar esse disparate. E olha que eles estão em período pós/crise. Claro que além do poder aquisitivo maior lá, o principal fato, na minha opinião, é o avanço da tecnologia, das conexões à internet e da cultura cybernética muito mais apurada entre os norte-americanos.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.