Second Life é apenas uma promessa de marketing virtual

29/08/2007

Pesquisa realizada pela WEBTraffic, empresa de tecnologia de marketing online, questionou se o Second Life é um jogo ou uma oportunidade. Os resultados mostraram que mais de 80% dos internautas acreditam que é o momento de entender o seu potencial e mais de 10% afirmam ser uma promessa de retorno futuro.

Para a WEBTraffic o Second Life, atualmente, é uma plataforma ainda incipiente para ações de marketing. E apesar da base de usuários crescer mês a mês, ainda não há como realizar uma ação realmente interessante e mensurar os resultados com total clareza. Hoje é inviável entender o ROI de um anunciante varejista dentro da plataforma.

Algumas empresas no exterior já deixaram o metaverso após experiências ruins, como, por exemplo, a varejista American Apparel. E empresas como Lenovo e HP já criticaram o vazio desse universo, e provavelmente mais empresas sairão muito em breve.

Para Conrado Soares, gerente comercial da WEBTraffic, o Second Life veio com o intuito de “chacoalhar” o mercado, porém está longe de atingir as expectativas iniciais dos anunciantes. O maior problema é que houve uma rodada de investimento muito grande no início, movimento semelhante ao da bolha da internet, e isso apenas prejudicou o metaverso.

Depois de algumas ações ineficientes o mercado agora se pergunta se o Second Life é um bom negócio. Isso traz muitas incertezas para as empresas que têm interesse no atual momento.
 
Redação

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *