Redes Sociais serão a nova busca?

08/02/2010

Marcelo Coutinho

O uso de redes sociais continua crescendo em todo o mundo e em duas ocasiões recentes chegou a ultrapassar o dos sites de busca nos EUA. Segundo dados da Hitwise Inteligence, uma das maiores consultorias mundiais de pesquisa na Internet, no dia do Natal e Ano Novo, o Facebook recebeu mais usuários que o Google. Outro dado recente, da Nielsen, aponta que o tempo de uso das redes sociais cresceu 82% na comparação entre dezembro de 2008 e dezembro de 2009. Somente no mês passado, foram mais de 300 milhões de internautas, navegando cerca de 5,5 horas neste tipo de site, nos 10 países em que a Nielsen faz medição de audiência – o Brasil ficou em 3o lugar, com 31,3 milhões de usuários, atrás somente de EUA e Japão.

Esses dados confirmam o potencial crescente das redes sociais para diversas decisões dos consumidores (e, em 2010, também dos eleitores). Além de informações de caráter privado, circulam nas redes opiniões sobre produtos, serviços, políticos e empresas que são cada vez mais levadas em conta na hora de decidir uma compra ou o voto – afinal, acreditamos mais na opinião de nossos amigos do que na publicidade. O grande desafio para as organizações que querem influenciar essas decisões é compreender que as técnicas clássicas de gestão de reputação e comunicação tem sua eficácia reduzida neste ambiente. O que conta é o diálogo. Mas quantas empresas estao realmente preparadas para isso? Essa seria uma boa pesquisa para 2010.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.