Nada substituirá o e-mail marketing


15/04/2004

Os investimentos em e-mail marketing nos Estados Unidos vão quase triplicar até o ano de 2008, alcançando US$ 6 bilhões. Esta é a conclusão da Jupiter Research. “Não existe outra alternativa: o e-mail seguirá sendo o melhor caminho até os clientes.”

NO ano passado foi investido nos EUA, US$ 2,1 milhões em comunicação com clientes por e-mail, segundo calcula a Jupiter Research em seu último informativo. E para os próximos cinco anos, existe uma estimativa de um vertiginoso aumento.

Concretamente, o mercado estará determinado por três fatores críticos: a importante redução de custos que se pode conseguir através do e-mail marketing, o crescimiento das campanhas de grande investimento e o volume de spam.

Também em um futuro próximo a maior parte do e-mail marketing legítimo se tratará de medidas de fidelização de clientes. E sobretudo, a principal causa para isso é a redução nos custos que pode se alcançar em comparação com o marketing direto tradicional, por correio.

Mas também as campanhas publicitárias por e-mail registrarão fortes índices de crescimento. De fato, as vendas obtidas através de envios realizados para endereços de correio eletrônico comprados aumentarão de US$ 720 milhões em 2003 para US$ 1,800 bi em 2008.

A pesquisa não confirma a opinião tão fortemente enfatizada atualmente de que o spam continua representando o maior problema para o e-mail marketing. Mais que isso, a quantidade total de envios publicitários é o principal obstáculo no caminho até o cliente. Por isso, se recomenda cada vez menos enviar e-mails aos clientes, a não ser que tenham sido corretamente segmentados.

Site relacionado: www.jup.com

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.