MercadoLivre vende mais notebooks do que PCs.


25/07/2005

A procura por notebooks já supera a por PCs no Mercado Livre, centro de compras e vendas pela internet. Em 21 meses – de outubro de 2003 a junho de 2005 – foram comercializados através do site 31.509 notebooks (aproximadamente 1 a cada 25 minutos) e 30.505 PCs (1 a cada 30 minutos). E desde abril de 2004 que, sucessivamente, em todos os meses, a venda dos portáteis tem superado a dos tradicionais computadores pessoais.

Em janeiro de 2004, pela primeira vez a venda de notebooks superou a de PCs em unidades: 2.032 notebooks e 1.175 PCs

Em abril de 2004, foram vendidos 1.431 notebooks e 1.121 PCs. Desde então, as vendas de portáteis têm sempre superado a de PCs.

Em junho de 2005, houve venda recorde de PCs (2.531 unidades), mas a venda de notebooks também foi recorde (2.656 unidades) e se manteve maior que a de PCs.

Para Stelleo Tolda, diretor-presidente do MercadoLivre no Brasil, a análise do comportamento dos compradores do site é uma ferramenta eficaz para conhecer as preferências do consumidor brasileiro. ‘Os portáteis estão cada vez mais baratos e, conseqüentemente, mais acessíveis ao consumidor brasileiro. Os números de vendas apontam para a popularização dos notebooks e mostram uma tendência de substituição tecnológica no mercado nacional’. O executivo afirma ainda que a popularização dos portáteis pode ser conferida também pelo desempenho dos vendedores que atuam no site. ‘Entre os 10 maiores vendedores de produtos de informática atuantes no site, seis são especialistas em notebooks’, afirma Tolda.

Os produtos de informática são os campeões de vendas no portal. A categoria Informática lista mensalmente quase 100 mil produtos divididos em 24 subcategorias distintas e registra recordes sucessivos no volume das transações. Atualmente há mais de 1.500 diferentes produtos – novos e usados – sendo ofertados somente na subcategoria Notebooks e mais de 1.100 na categoria Peças e Acessórios para Notebooks.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.