Mercado Eletrônico estima crescer 50% em receita no ano


18/08/2003

A fusão entre o Mercado Eletrônico, portal de comércio business-to-business, e o Citibank eBusiness Solution, divisão do Grupo Citibank de negócios eletrônicos, já dá bons resultados. “A demanda tem sido muito grande. Registramos um aumento de cerca de 45% nos negócios fechados no primeiro semestre, em comparação com o mesmo período de 2002”, revela o presidente Eduardo Nader.

Segundo o executivo, a fusão não provocou nenhuma mudança brusca na estratégia da companhia. “As duas se complementaram”, argumenta. A começar pela tecnologia nacional customizável que foi integrada à plataforma vinda dos Estados Unidos que mesmo assim dá para o cliente a opção de escolher entre utilizar uma, outra ou as duas juntas.

No que diz respeito aos recursos humanos, os 80 profissionais da ME se somaram aos 25 do Citibank e a equipe ainda foi complementada por 15 novos contratados, principalmente, para as áreas de TI e operações. O crescimento era necessário para dar conta dos novos negócios que estão sendo fechados, dos grandes clientes trazidos do Citibank e da variedade de tamanho das empresas que já constavam da carteira da ME – outra complementariedade destacada por Nader.

Já na questão financeira, as expectativas também são boas. “Esperamos fechar este ano com uma receita 50% maior que em 2002”, adianta.

Renata V. Mesquita é repórter de InformationWeek Brasil

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.