Google abre porta para hackers

Google abre porta para hackers
31/07/2003

Os hackers não vão mais precisar visitar um website para atacá-lo, mas simplesmente usar as informações armazenadas em cache do popular sistema de busca Google, informou um relatório da New Scientist.

Uma forma simples para que os hackers invadam Web site é procurar por páginas privadas senhas e nomes que permitam acessar partes seguras de um site. Estas páginas, normalmente, são escondidas pelo browser, mas falhas em software ou pelo fato de não serem deletadas apropriadamente tornam o dado disponível, criando uma falha séria de segurança.

Os hackers normalmente fazem um arrastão em busca de vulnerabilidades nos sistemas de busca, mas o hacker profissional Johnny Long disse para a New Scientist que motores de busca, como o Google, tornam esta tarefa muito mais fácil.

Os motores de busca trabalham seguindo todos os links de uma página e armazenando em cache todas as informações para criar um banco de dados que permita a pesquisa.

Se estas páginas tiverem links de páginas privadas, o sistema as segue e as armazena. Isso significa que os hackers podem procurar por palavras comuns em páginas com informações sensíveis, como “cash history”, “temporary” e “password”.

O Google afirma que não é suas responsabilidade a forma como a informação coletada é usada e diz que seu banco de dados de informação é inestimável para pesquisadores.

Ursula Seymour – PC Advisor (Inglaterra)

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.