A voz do internauta No ratings yet.


02/04/2004

Blogs, flogs, grupos de discussão e fóruns automatizados. O fenômeno dos serviços de publicação de conteúdo é geral. Pesquisas recentes mostram que brasileiros e americanos tomaram de assalto a Rede para mostrar textos e imagens a internautas amigos, parentes e anônimos.

O número de usuários nos EUA que participam com conteúdo é de 53 milhões, e corresponde a 44% do total de conectados no país. No Brasil, a contribuição pessoal se multiplica, e os serviços mais usados são os ‘da moda’. Com tanto material gerado, a internet se afirma como o meio mais democrático e interativo – um espaço onde qualquer um pode ser autor.

No surgimento da internet comercial, o máximo da interação era alcançado com as homepages pessoais. Publicadas em serviços gratuitos, como Geocities, Tripod e outros, exigiam algum conhecimento de HTML – a linguagem básica da web – para fugirem ao lugar comum.

Em simultâneo, o usuário conheceu as comunidades virtuais, montadas em grupos de discussão e fóruns. As mensagens, escritas à volta de um assunto, formam produções coletivas.

Mas a explosão do poder individual na Rede aconteceu com o blog, que não exige conhecimento técnico e fornece um endereço simples para acesso.

– Comecei meu blog em 2002, quando finalmente conquistei um espaço para escrever o que quisesse. Ter a liberdade para comentar, criticar, narrar e questionar é muito bom – disse Pablo Paleólogo, cantor lírico, de 21 anos.

Os blogs foram o grande sucesso da web até o ano passado, quando o flog despontou, aproveitando a popularização da fotografia digital. Nele, os usuários trocam os parágrafos pela publicação freqüente de imagens com pequenos comentários.

– O Fotolog.net foi criado por um grupo de amigos que queria fotografar e publicar suas imagens. Como o sistema é aberto, muitos se interessaram e começaram a postar – disse Singoalla Lagerblad ou ‘Sinistra’. Carioca, 26 anos, ela é a autora do fotolog mais visitado do mundo: o Blood kisses. (segue)

Site relacionado: www.fotolog.net

Vivian Rangel
Especial para o JB

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *