Projeto une 1,1 mil Macs G5 e cria supercomputador


05/09/2003

Quando lançou o Power Mac G4, a Apple usou o termo supercomputador como arma de marketing. Agora, com o G5, a vida irá imitar a propaganda e isso se tornará realidade.

O Virginia Polytechnic Institute, ligado à Universidade da Virginia, vai unir 1,1 mil Power Macs G5 Dual em um cluster (agrupamento) que já está sendo considerado um dos dez mais poderosos computadores do mundo. A universidade pretende colocar a máquina em funcionamento até 1º de outubro.

Além dos G5 usando uma versão beta do Panther, a entidade vai utilizar novas tecnologias como o InfiniBand, da Mellanox, que irá unir os computadores no cluster com largura de banda de 10Gb/s, switchers Gigabit Ethernet da Cisco e um sistema de resfriamento da Liebert. O custo total será de aproximadamente US$ 5,2 milhões, dez vezes menor que o de um supercomputador com a mesma capacidade.

O superG5 será utilizado para pesquisa em nanotecnologia, aerodinâmica e modelagem molecular, entre outros trabalhos.

Magnet

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.