Comprador pesquisa na internet antes de comprar carro novo

08/05/2008

Quase 60% dos compradores de carros novos utilizam a internet para verificar preços e modelos antes de ir às lojas para fechar o negócio, revela pesquisa realizada pelo Google durante o mês de março e divulgada nesta terça-feira, 6, em São Paulo. Na seqüência, ele consulta amigos e família, segundo revelaram 53% dos entrevistados, vendedores (40%) e jornais (39%).

Em perguntas com várias possibilidades de opções, 30% dos consumidores informaram que também levam em conta programas de TV e revistas especializadas na hora de decidir que automóvel comprar.

A pesquisa identificou ainda que o tempo que o consumidor leva para decidir que automóvel será adquirido é de um a dois meses. Há dois anos, o tempo era de três a seis meses, informa Gustavo Gasparini, gerente do Google. "Com essa redução do tempo, as empresas precisam ser mais objetivas e facilitar a busca em seus sites", recomenda ele.

Imóveis
O uso da internet como fonte de pesquisas também é intenso em outros segmentos, como imóveis e bens de consumo de menor custo. O gerente de propaganda Volkswagen, Herlander Zola dos Santos lembra que o número de internautas no Brasil saltou de 26 milhões em 2006 para 48 milhões este ano. E boa parte deles é potencial comprador de veículos.

O mercado brasileiro de veículos também vive um boom, com vendas recordes a cada mês. Abril, por exemplo, foi o melhor mês da história, com 261,2 mil veículos comercializados, dos quais 248,1 mil eram automóveis e comerciais leves, e o restante, caminhões e ônibus. Nos quatro meses do ano, as vendas somam 909 mil unidades, 35% a mais que em igual período do ano passado.

Esse cenário colaborou para que a direção do Google criasse um grupo específico no Brasil para cuidar dos negócios da área automotiva. A divisão já existe na empresa nos Estados Unidos e na Europa, e recentemente começou a ser instalada na Ásia e na América Latina.

A divisão brasileira é coordenada por Andreas Huettner, um austríaco que trabalhou por vários anos na Mercedes-Benz e na Volkswagen na Alemanha. Há dois anos ele foi para o Google e há sete meses está no Brasil. A idéia, segundo Huettner, é facilitar a pesquisa e a busca por produtos e ajudar as empresas (montadoras e concessionárias) a levarem informações relevantes aos usuários para facilitar essa busca.

Cleide Silva, de O Estado de S. Paulo

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.