36% das empresas alimentícias negociam on-line


31/08/2004

Um levantamento inédito no setor de alimentação realizada pela Associação Brasileira de e-business mostra como o setor utiliza a web (Internet) para fazer negócios. Participaram do estudo as empresas Gomes da Costa, Unilever, Doux, Frangosul, Seara, Danone, Sadia, Cosan, Perdigão, Corn Products, Nestlé, Cia. Alagoana de Refrigerantes, MC Cain, Cadbury, Adams, Kraft Foods, Bunge, Kaiser, Bimbo, Hershey, Arcor, Grupo Mabel e Ambev. A pesquisa mostra que 36% das empresas do setor alimentício, de alguma forma, já compram ou vendem de forma on-line (na Internet).

Das principais barreiras encontradas para o uso da web nas negociações, a cultura interna na utilização de novas ferramentas ficou em primeiro com 15,8%, mostrando que as dificuldades estão principalmente relacionadas à cultura para a absorção de mudanças. (segue)

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.