Software da Nota Fiscal Eletrônica gratuito para PMEs

 05/09/2006

A adesão das pequenas e médias empresas ao projeto Nota Fiscal Eletrônica será impulsionada por meio de distribuição gratuita do software que contém o programa de implantação do documento. A informação foi divulgada ontem (04/09) pelo Diretor Adjunto da Diretoria Executiva da Administração Tributária – DEAT e líder da proposta de NFe da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz), Newton Oller de Mello, no Seminário Nota Fiscal Eletrônica: Desafios e Oportunidades realizado pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac).

O estímulo está previsto para o próximo ano e é apontado pela autoridade fazendária como relevante para que a capacidade de recebimento de 30 milhões de NFe seja atingida pela Fazenda Estadual ainda no segundo semestre de 2007. A possibilidade agradou os representantes de entidades ligadas a pequenas e médias empresas, parte do público de 250 pessoas que acompanhou no evento relatos das experiências com a nova nota fiscal.

O software gratuito terá por base a experiência desenvolvida neste momento por duas dezenas de grandes empresas, como Souza Cruz e Sadia, que se tornaram voluntárias para a implantação de um modelo de documentação fiscal eletrônica, e investiram cerca de 300 mil e três milhões de reais para adequar seus sistemas à nova demanda de controle do governo.

O intercâmbio e integração dos fiscos Federal e dos estados ampliarão significativamente o acesso eletrônico a informações fiscais prestadas pelo contribuinte das grandes indústrias por meio de auditoria eletrônica em tempo real. O principal instrumento para se efetivar o acesso eletrônico a informações fiscais acontecerá pela necessidade das emissões de notas e conseqüente movimentação de mercadorias se darem exclusivamente por autorização do órgão fiscalizador. Em troca, as empresas economizarão em gastos com a impressão e manuseio de notas fiscais em papel.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.