Venda de PCs registra o pior índice dos últimos 30 meses


18/11

O terceiro trimestre de 2002 bateu um recorde negativo no mercado nacional de PCs( desktops e notebooks).

De acordo com a IDC Brasil, foram comercializados apenas 697.873 máquinas no País. Este resultado é o mais baixo dos últimos dois anos e meio.

“Foi um período muito ruim. A oscilação do câmbio prejudicou ainda mais já que as fabricantes tiveram que aumentar seus preços em aproximadamente 15%. Esse aumento impactou a venda do varejo. No mercado corporativo, o trimestre também apresentou baixa contratação de funcionários. Com as demissões, há PCs sobrando nas empresas”, observa Marcelo Quintãs, analista responsável pelo mercado de PCs na IDC Brasil.

Em relação ao terceiro trimestre do ano passado, as vendas deste ano apresentaram uma queda de 20%. O mercado cinza – fabricantes que utilizam algum tipo de componente adquirido junto ao fornecedor informal, que não é sujeito a tributação – ainda responde por 60% do total de máquinas comercializadas.

Com o resultado apurado no terceiro trimestre, a IDC Brasil admite que as vendas de PCs devem ficar em torno de 3 milhões. Isso significa uma queda em relação ao ano passado, quando foram comercializadas 3 milhões e 200 mil máquinas.

Segundo dados da IDC Brasil, as vendas de desktops e notebooks apresentaram uma queda de 13% e 7%, respectivamente, em relação ao segundo trimestre. De acordo com o instituto de pesquisa, este resultado é consequência da queda de consumo tanto nas corporações como das pessoas físicas.

Quintãs, da IDC Brasil, revela ainda que o Governo, um grande consumidor, não realizou as licitações necessárias para alavancar as vendas de PCs. “A lei de responsabilidade fiscal e as eleições retraíram o mercado governamental”, observa. (segue)

Ana Paula Lobo

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.