Sites de Educação crescem 14% em fevereiro e impulsionam a web


20/03/2006

O número de internautas residenciais que utilizaram a internet atingiu 13,2 milhões de pessoas em fevereiro, contra 12 milhões de janeiro.

O aumento é decorrência do crescimento do número de pessoas que moram em domicílios que possuem computadores com acesso à rede, que passou de 19,9 milhões para 21,2 milhões, refletindo a atualização dos dados da PNAD 2004, do IBGE e do Global Internet Trends, levantamento trimestral do IBOPE/NetRatings.

O tempo de navegação foi de 17h33min, contra 18h em janeiro, refletindo o menor número de dias do mês e os feriados de carnaval. Segundo o Comitê Gestor da Internet no Brasil, em fevereiro, o número de domínios .br chegou a 880.782 contra 866.969 em janeiro.

As categorias que mais cresceram em fevereiro de 2006, foram: Educação e Carreira (14,3%) e Família e Estilo de Vida (11,1%). Os destaques destas categorias ficam com o Google Scholar, que passou de alguns pouco visitantes em janeiro, para mais de 1,1 milhão no último mês, e o site da Universidade de São Paulo, que também recebeu cerca de 1,1 milhão de visitantes, 400 mil a mais que no mês de janeiro.

Na categoria Família e Estilo de Vida, os endereços mais procurados são relativos à saúde dos internautas, sites para crianças e esoterismo e religião. “São duas categorias que apresentam crescimento consistente”, comenta Alexandre Sanches Magalhães, coordenador de análise do IBOPE Inteligência.

“Os sites de educação sofrem muita influência sazonal, como do início do período letivo; já os endereços da categoria Família e Estilo de Vida mostram crescimento consistente há algum tempo”, complementa Magalhães.

Na comparação anual, fevereiro contra o mesmo mês do ano passado, as categorias que mais cresceram em número de usuários únicos, foram: Casa e Moda (89,6%), Viagens (73%), Família e Estilo de Vida (54,2%), Automóveis (48,4%) e Educação e Carreira (45,9%).

“Esses crescimentos confirmam a tendência apontada pelo nosso relatório “Web Brasil”, que mostra uma diversificação dos interesses do usuário da web, em função do avanço da banda larga e da maior oferta de conteúdo e serviços”, finaliza o analista do IBOPE Inteligência.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.