Site conta as vítimas da guerra


28/03/2003

Um website que mantém uma contagem dos mortos na guerra contra o Iraque está atraindo muitos visitantes, e se tornando uma espécie de autoridade nesse assunto tão abominável.

O site, Iraq Body Count, alega receber 100 mil visitantes por dia, está sendo mencionado com uma freqüência cada vez maior em jornais como o The Boston Globe e San Jose Mercury e nas notícias da agência Associated Press.

“Somos responsáveis por registrar o que as bombas estão fazendo”, disse John Sloboda, um dos fundadores do site. “Estamos garantindo que nenhuma morte entre civis seja esquecida”.

Os produtores do site também desenvolveram um contador em JavaScript que pode ser adicionado a qualquer página da Web, mostrando as mais recentes estimativas. Os contadores já foram adotados por 200 outros websites, afirmam os criadores do projeto.

Embora nenhum aspecto da guerra no Iraque seja tão controverso quanto as vítimas civis, nenhuma organização (exceto o próprio Iraq Body Count) parece estar mantendo um registro. Ninguém na mídia, nas forças armadas americanas, no governo iraquiano ou em entidades de ajuda humanitária como a Cruz Vermelha está estimando o crescente custo do conflito em vidas humanas.

Lançado em janeiro, o site é mantido por 16 pesquisadores, em sua maioria acadêmicos e músicos baseados nos EUA e no Reino Unido. Sloboda, um professor de psicologia de 52 anos da universidade de Keele na Inglaterra, e Hamit Dardagan, um pesquisador freelancer que vive em Londres, criaram a página. (segue)

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *