Resultados do mercado financeiro impulsionam negociações online


10/10/2003

Foi-se o tempo em que investir em ações era exclusivdade de endinheirados ou executivos com vastos conhecimentos em economia. Com a popularização do mercado de ações, incentivada em parte pelos clubes de investimento promovidos pela Bolsa de Valores de São Paulo, o conceito de participação no mercado acionário mudou, e comprar papéis tem estado mais acessível. E nesse cenário, a internet tem papel cada vez mais ativo.

Homebroker é o nome que leva o sistema de negociação online das ações, realizado pelos investidores por meio de corretoras vinculadas à Bovespa. Semelhante a um serviço de homebanking em que o usuário realiza transações via web, o serviço permite ao investidor enviar via internet ordens de compra e venda de ações.

Segundo Ricardo Nogueira, superintendente de operações da Bovespa, o primeiro passo para ser um homebroker é estar cadastrado a uma corretora que ofereça o sistema online e que esteja cadastrada na Bolsa. “Ele precisa escolher a corretora, fazer um cadastro via internet e enviar cópias de seus documentos para a corretora. Depois disso ele está preparado para operar”, afirma.

Depois de fazer o cadastro, o investidor precisa abrir uma “conta corrente de investimento”, ou seja, depositar na corretora o valor que pretende investir em ações. No próprio site da corretora, o investidor consegue ver a lista de ativos disponíveis, selecionar os papéis de seus interesses e efetuar as transações de compra e venda.

“Os sistemas homebrokers das corretoras estão interligados ao Mega Bolsa da Bovespa. Por eles o investidor pode além de emitr as ordens de compra e venda, saber a posição dessas ordens, a posição que está na fila para a compra ou venda dessas ações. Todo o sistema financeiro é gerenciado online”, afirma Giácomo Lage de Oliveira, coordenador de homebroker da Spinelli Corretora.

O sistema de homebroker permite também que o investidor acompanhe sua carteira de ações, além de emitir extratos e comprovantes. Após realizadas as transações de compra ou venda o valor relativo às operações é debitado ou creditado, respectivamente, na conta que o investidor tem na corretora. (segue)

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.