Quer buscas mais avançadas? É só pedir


03/05/2003

O Ask Jeeves, site de busca baseado em perguntas e respostas cujo nome vem de um indigesto mordomo animado, é o mais novo endereço de pesquisa na Web a apresentar mudanças. Na última segunda-feira, o Jeeves lançou algo que seus executivos descrevem como uma das mais profundas transformações em seu método de indexação e exibição em todos os seus seis anos de existência. Desenvolvida ao longo de um ano e meio, a reforma inclui novos recursos como busca por imagens, carregamento rápido de páginas e ferramentas para estreitar resultados.

O novo visual traz uma maior presença do mordomo Jeeves nas páginas de resultados e constitui o mais recente esforço de um site de busca para se manter de pé num setor que passa por mudanças num ritmo que lembra a era das pontocom. Enfrentando a pressão competitiva do líder Google, a concorrência está oferecendo todo tipo de recursos acessórios para reconquistar os usuários.

Steve Berkowitz, presidente do Ask Jeeves, disse que a reforma tem o objetivo de criar um site mais intuitivo e amigável ao internauta. “Definitivamente, não queremos ser melhores que o Google em seu próprio terreno”, declara. “O eu pretendemos é oferecer uma experiência para usuários que têm outras necessidades”.

Como parte do plano, a reforma inclui recursos como uma série de perguntas que os usuários podem responder para refinar seus termos de busca. Uma busca pela palavra apple, por exemplo, imediatamente produz um menu onde o usuário especifica se está procurando pela fabricante do Macintosh ou pela palavra inglesa para “maçã”.

Em sua busca para se tornar um mecanismo de busca mais amigável, porém, o Ask Jeeves terá que disputar espaço com mais do que apenas o Google. Nos últimos seis meses, os sites de pesquisa Yahoo, AltaVista, LookSmart e HotBot (que pertence à Terra Lycos, assim como Wired News) introduziram significativas mudanças tanto no layout quanto no processamento das solicitações de busca. (segue)

Joanna Glasner

Site relacionado: www.ask.com

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *