Estudo: internet é para garotas, também


12/01/2006

Estudo mostra que enquanto os homens continuam mais curiosos e aprofundando mais os conhecimentos sobre as novas tecnologias da internet, as mulheres estão começando a mergulhar de cabeça na rede mundial.

O relatório “Como mulheres e homens usam a Internet” faz parte do projeto Pew Internet & American Life, da consultoria Pew Research Center, foi realizada via telefone durante um ano com mais de 6.400 pessoas nos Estados Unidos e mostra as mudanças na utilização da internet por homens e mulheres ao longo do tempo.

Entre os destaques está que apesar de 68% dos homens serem usuários de internet contra 66% das mulheres, existem atualmente mais mulheres online do que homens, pois elas são a maioria da população dos Estados Unidos..

Os homens normalmente utilizam banda larga e ultrapassam as mulheres no que diz respeito à realização de negócios online.

Além disso, as mulheres mais velhas estão atrasadas em relação aos homens de mais idade quanto ao uso da rede mundial.

No entanto, as garotas com menos de 30 realizam mais acessos do que os rapazes da mesma faixa etária.

Percebeu-se também que as mulheres utilizam e-mails de maneira mais “saudável”, normalmente para escrever para familiares e amigos, enquanto mais homens vêem a internet como meio de diversão.

“Analisando os testes pode-se avaliar que os homens percebem a internet como algo que amplia experiências, enquanto as mulheres a utilizam para relações humanas,” afirmou Deborah Fallows, a autora do relatório e pesquisadora sênior no Pew Internet Project.

Network World

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.