E-mail Marketing potencializa vendas online

16/06/2008

Poucos setores da economia brasileira são tão prósperos quanto o comércio eletrônico. Em 2007, as vendas pela Internet cresceram 43% e chegaram a R$ 6,3 bilhões. Nos três primeiros meses deste ano, o crescimento foi ainda maior: 49% com faturamento de R$ 1,84 bilhão, segundo dados da e-bit. Para o Ibope/NetRatings, são 22,4 milhões de pessoas usando a Internet residencial, dos quais pelo menos metade compra pela web.

Para quem comercializa produtos pela Internet, não tem ferramenta melhor para vender de forma rápida do que o e-mail marketing. Às vezes, este é o primeiro passo de um consumidor on-line. Depois, e tão importante quanto, a experiência e as facilidades de compra são determinantes. No topo deste tripé, o acesso a diversos relatórios fazem um raio-x completo do comportamento de consumo.

As características do e-commerce possibilitam até que uma empresa subverta o mercado da moda ao vender o que o consumidor quer. No Camiseteria.com, os próprios consumidores sugerem as estampas, os internautas votam nas que mais gostam e as que têm melhor posição no ranking são produzidas. O risco é zero.

Caso de sucesso
O negócio começou com um investimento de R$ 10 mil e com os sócios tirando os pedidos de madrugada e hoje fatura mais de R$ 1 milhão por ano. “O usuário é parte central do projeto”, disse em entrevista ao site Fabio Seixas, um dos sócios. “Os próprios usuários divulgam e chamam os amigos”, conta.

A indicação é parte essencial da estratégia de marketing digital e pode ser aplicada em diversos tamanhos de negócios. “Temos um cliente que é uma revenda de computadores do Sul e eles vendiam apenas um computador por mês pela Internet”, explica Jonatas Abbott, sócio-diretor da Dinamize. “Eles fizeram captação de novos usuários pedindo indicação de amigos que tivessem interesse em receber promoções e fizeram um primeiro envio com 3 mil. Hoje são mais de 200 mil e eles vendem 20 computadores por mês só pela Internet”, ressalta.

Neste caso, o grande responsável por estas vendas é o e-mail marketing. “O e-mail marketing é a única ferramenta com característica de marketing direto para o consumidor. Você dispara o e-mail e minutos depois os consumidores e as compras já começam a reagir”, aponta Abbott em entrevista ao Mundo do Marketing. “É uma comunicação que chega para o consumidor em tempo real, atinge 70% dos usuários no momento em que é disparado e permite uma reação imediata, pois reage em até 48h”, completa.

Por Bruno Mello

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.