Cinco principais estratégias de publicidade na web movimentam o mercado

17/12/2007

De acordo com IAB (Interactive Advertising Bureau) o mercado brasileiro de publicidade online deve movimentar 470 milhões de reais até o final do ano, o que representará um aumento de 30% sobre os gastos com propaganda na web em 2006. A publicidade online tem despertado o interesse dos empresários brasileiros, inclusive pelo fato de que a cada ano cresce o número de internautas no país. Segundo previsão do IAB, o Brasil deve encerrar 2007 com aproximadamente 37 milhões de internautas.

A aposta neste mercado é tão intensa que segundo os prognósticos da consultoria inglesa ZenithOptimedia, em 2008 a internet deve ultrapassar o rádio na divisão do "bolo" da verba publicitária global. Para 2010, a empresa espera que a rede receba mais investimentos publicitários que o mercado de revistas, ficando atrás apenas das publicidades realizadas na televisão e nos jornais.

"O primeiro passo para a divulgação na internet é estabelecer uma eficiente estratégia de marketing. Hoje estão em evidência na web cerca de cinco ferramentas de publicidade: a otimização de sites, links patrocinados, cadastros em buscadores, campanhas de banners e e-mail marketing.

Para definir esta estratégia as empresas necessitam visualizar quais são os meios potenciais, ou seja, os canais que são acessados e que atingem em maior proporção seu público-alvo, a partir deste diagnóstico investir", afirma o especialista em tecnologia para ambiente web e diretor da Super Gestão, Hugo Calixto.

As ferramentas mais utilizadas pelas empresas ainda tem sido os links patrocinados (resultados de busca que aparecem com destaque nos buscadores, geralmente em cima ou ao lado direito, chamados de resultados patrocinados ou pagos) e os banners (elemento mais usado para fazer publicidade na internet), porém o retorno de uma campanha de banners está diretamente ligado ao conteúdo dos sites onde serão expostos.

"O banner tem que ser suficientemente estimulante para "seduzir" o potencial cliente. O alerta é para que as empresas brasileiras comecem a olhar para estas ferramentas como um conjunto, uma apoia a outra, claro que sempre direcionando mais investimentos para a que atinge o público desejado em maior escala", acrescenta Calixto.

A otimização do site é uma das ferramentas que vem crescendo no mercado brasileiro. "Antes as empresas se preocupavam apenas com o visual do sites, hoje elas estão percebendo que o conteúdo precisa ser pensado e elaborado estrategicamente para que sejam mais facilmente encontradas nas pesquisas em sites de buscas por palavras-chave que fazem mais sentido para o seu negócio", finaliza o especialista.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.