Yahoo faz campanha para recuperar liderança nos EUA


20/05/2003

O portal Yahoo vai investir em publicidade para tentar recuperar do Google a primeira posição entre as ferramentas de busca da web. O Yahoo, que começou como um diretório de sites, mudou seu foco de busca para construir um endereço com informações sobre mapas, serviços de viagem e para oferecer serviços como mensagens instantâneas e notícias.

A estratégia abriu caminho para rivais como o Google, com foco exclusivo no desenvolvimento de mecanismos de busca e serviços de publicidade relacionados. “A campanha e os novos produtos estão apenas arranhando a superfície do que queremos fazer”, disse Jennifer Dulski, diretora sênior de marketing de pesquisa do Yahoo.

Jennifer não afirmou quanto o Yahoo pagou pela campanha publicitária. A empresa continua sendo um dos principais endereços de busca com a ajuda de tecnologia fornecida pelo Google e outras empresas.

O Yahoo voltou a suas origens recentemente, depois de ter pago cerca de US$ 235 milhões pela empresa de tecnologia de pesquisa Inktomi e de ter relançado suas ofertas de buscas com a tecnologia dos parceiros Google e Overture Services.

Como parte da nova campanha publicitária do Yahoo, painéis de vídeo instalados no prédio da Reuters, na Times Square, em Nova York, vão mostrar ao vivo buscas feitas por usuários em cidades como São Francisco e Honolulu. A Reuters foi uma das primeiras empresas a investir no Yahoo.

Outros anúncios, que querem mostrar como uma pesquisa na internet pode ser usada para se achar respostas a dúvidas que surgem no trabalho ou em casa, serão veiculadas na TV, web e outdoors.

O Yahoo e seus competidores Google, Ask Jeeves e Overture investiram grandes somas em mecanismos de busca desde que serviços como anúncios pagos foram ligados aos resultados das pesquisas feitas por seus usuários.

Energia Mídia © Todos os direitos reservados

Sites relacionados:www.yahoo.comwww.google.comwww.ask.comwww.overture.com

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.