Volume de mulheres em sites de compras cresceu 35%

O número de mulheres que navegam mensalmente em sites de comércio eletrônico na internet residencial brasileira chegou a 3,6 milhões em dezembro de 2006, 35% a mais que em dezembro de 2005.

O percentual de usuárias de comércio eletrônico nesse período passou de 40,6% para 44,5% do total de internautas residenciais, tendo esse crescimento da participação feminina em páginas web de comércio sido maior nas faixas etárias de 2 a 17 anos e de 25 a 34 anos.

Essas são algumas das conclusões do relatório Web Brasil, conjunto de análises do Ibope destinadas a empresas que necessitam acompanhar as principais tendências de uso da internet no Brasil.

Mas o consumo de páginas e o tempo dispensado pelas mulheres em sites de compras ainda são muito menores que pelos homens. Além disso, os sites que mais têm apresentado crescimento desses aspectos são justamente os que atendem a públicos específicos, como crianças e mulheres, por exemplo, disse José Calazans, analista de internet do Ibope Inteligência.

Esses novos usuários começam a mudar o perfil de consumo dos sites de comércio eletrônico. Enquanto a audiência das grandes lojas continua crescendo acima da média, também vem aumentando o número de sites de menor audiência e que têm maior quantidade de páginas consumidas e de tempo por usuário. A audiência única conjunta em residências dos dez maiores sites de comércio eletrônico no Brasil passou de 47% para 50% do total de usuários entre dezembro de 2005 e dezembro de 2006.

Em consumo de páginas vistas, entretanto, as dez maiores lojas tiveram diminuição de 75% para 69% na participação da quantidade de páginas vistas da categoria.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.