Volta às aulas eleva em 40% vendas da Kalunga.com

[ 14/03 – 03:31 ]

As vendas feitas durante o período de volta às aulas reservaram grata surpresa para a Kalunga, especializada no comércio atacadista de materiais escolares e utilidades para escritório. A loja virtual (kalunga.com) bateu recorde de crescimento desde o ano em que foi criada, em 2001. As vendas entre janeiro e fevereiro cresceram 40% em relação ao faturamento do mesmo período do ano passado. “Ano após ano, a loja virtual tem registrado crescimento de vendas, mas o resultado deste começo de ano realmente surpreendeu”, afirma Felipe David Algazi, gerente das operações de venda pela internet.

A aceleração das vendas neste começo de ano superou a média de crescimento apurada em 2004 em relação a 2003. De acordo com ele, as encomendas feitas a partir da internet foram elevadas em 20% entre os dois anos. A Kalunga não revela faturamento. A única informação é que as vendas da loja virtual responderam no ano passado por 4% do faturamento total da empresa. O ritmo de crescimento desta participação não é acelerado. A diferença é que a estrutura criada pela empresa é receptiva e ainda não desenvolveu operações mais agressivas de venda pelo site.

Há outra diferença. Os canais de venda da Kalunga (internet, televenda, corporativo – mediante contratos de fornecimento com empresas, licitações e os tradicionais pontos-de-venda) são independentes. As operações de entrega em domicílio ou em escritórios são coordenadas pelo Centro de Distribuição (CD) localizado em São Bernardo do Campo, na Região do ABC, em São Paulo. Todas as vendas virtuais (incluídas as negociações com corporações) são atendidas pelo CD. As lojas são abastecidas pelo CD de Barueri (SP).

Quatro transportadoras fazem a entrega dos pedidos. Para as praças de São Paulo e Rio de Janeiro, a empresa arca com o custo do frete em encomendas superiores a R$ 250. Segundo a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Camara-e.net), as vendas no varejo virtual atingiram R$ 1,75 bilhão em 2004.

Agnaldo Brito

[ Ag. Estado ]

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.