Venda de música online quase dobrou em 2006

18/01/2006

A venda de música pela internet quase dobrou no mundo todo, atingindo um faturamento de US$ 2 bilhões em 2006, segundo um relatório da indústria fonográfica.

O Relatório de Música Digital 2007 da Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI, na sigla em inglês) afirma que os consumidores baixaram, em 2006, 795 milhões de faixas – aumento de 89% em relação a 2005 – de quase 500 serviços legalizados de música pela internet em 40 países.

O número de faixas disponíveis para baixar dobrou e chega a mais de quatro milhões nos serviços mais famosos.

A expectativa da IFPI é que as vendas digitais, que representam agora 10% de todas as vendas do setor, sejam responsáveis por 25% das vendas no mundo até 2010.

Vendas ilegais
Apesar dos números, o crescimento das vendas digitais não compensou a queda nas vendas de CDs e as vendas totais no setor de música caíram 4% na primeira metade de 2006.

A federação também pediu por mais ações contra o compartilhamento ilegal de arquivos.

“O ritmo da transformação em nossa indústria é de tirar o fôlego, mas, no momento, o ‘santo graal’ está se esquivando”, disse o presidente da IFPI, John Kennedy.

“Gostaria de anunciar que a queda nas vendas de CDs está sendo compensada por um aumento igual ou maior na renda (de vendas) online e por celular. Mas isto ainda não está acontecendo globalmente.”

A IFPI afirmou que 30 mil ações contra sites de compartilhamento de arquivos conseguiram algum sucesso contra baixar músicas ilegalmente, mas a federação pediu mais ações de provedores de internet para tirar do ar estas páginas.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.