Varejo virtual vai bem, tradicional encolhe

29/07/2003

Enquanto o varejo do mundo real encolheu 6,13% em maio (dados do IBGE), o e-bit diz que o comércio virtual seguiu bem – e chegou ao faturamento de 90,3 milhões de reais. Isto sem contar sites de leilões e de venda de passagens aéreas e de automóveis.

O faturamento online do mês de maio é 42% maior do que o de junho de 2002, que foi de 63,5 milhões de reais. E, segundo o e-bit, por causa do dia das mães naquele mês o tíquete médio foi de 289 reais; 7% maior do que os 270 reais de abril.

O levantamento feito pelo e-bit mostra que o índice de satisfação dos compradores virtuais foi de 86,3% em maio e chegou a 86,5% no mês seguinte, junho. Dos internautas que responderam ao questionário (apresentado após uma compra na web) em junho, 89% indicaram a possibilidade de voltar a comprar na mesma loja.

Os dias úteis são os preferidos por 77% dos internautas para as compras em lojas virtuais, sendo que 18% das aquisições acontecem na segunda-feira e em horário comercial, mais especificamente entre as 10h e as 17h.

Renata Mesquita, do Plantão INFO

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.