Varejo online vende quase R$ 1 bilhão no Natal e cresce 42%


12/01/2005

Pesquisa da E-Consulting® juntamente com a Camara-e.net indica que o VOL, que representa a soma dos volumes de transações de automóveis, turismo e bens de consumo (lojas virtuais e leilões para pessoa física), chegará a R$ 970,3 milhões.

Trata-se de valor 42% superior ao movimentado no Natal do ano passado e correspondente a 3,6% do varejo total no país (dados estimados a partir do índice-base do IBGE). “Vemos um crescimento sólido e sustentado do Varejo Online brasileiro, mas o potencial de crescimento do setor no futuro próximo é impressionante”, analisa Cid Torquato, diretor-executivo da Camara-e.net.

As expectativas, segundo Torquato, são de que o número de compradores dobre em 2005, chegando aos 8 milhões de pessoas.

Para Daniel Domeneghetti, diretor de Estratégia e Conhecimento da E-Consulting e vice-presidente de Conhecimento e Métricas da Camara-e.net, a Economia Digital no país reflete de maneira distorcida o crescimento do país, uma vez que ainda é bastante concentrada nas classes mais abastadas, haja visto o ticket médio algumas vezes 20 vezes maior para lojas online frente às suas irmãs offline, exemplos de Pão de Açúcar e Americanas.com.

“Mesmo assim, seu crescimento denota a confiança dos formadores de opinião no meio, bem como certa penetração nas classes B-, o que já é uma vitória por si só. O varejo online só terá expressão de massa no país como for totalmente adotado pelas classes B e C, o que deve levar uns 8 anos ainda, até porque, além de cultural, a questão é macro-econômica, de acesso a crédito, a PCs, entre outros”, completa.

Na avaliação de Torquato, o Brasil não pode mais se dar ao luxo de não pensar neste mercado como fundamental para seu desenvolvimento. A inclusão das micro, pequena e média empresas no comércio eletrônico vem ganhando força e eficiência nos processos transacionais e começam a ganhar destaque nesse cenário. (segue)

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.