Varejo online sofre inflação em setembro

19/09/2006

O preço dos produtos vendidos via internet sofreu inflação de 3,45% no mês de setembro, segundo o e-flation. O índice foi desenvolvido pelo Provar – Programa de Administração do Varejo, da Fundação Instituto de Administração (FIA) – em parceria com a Canal Varejo – consultoria em varejo de bens e serviços -, para registrar a movimentação de preços de produtos consumidos via web.

O resultado registra um aumento significativo dos preços em relação ao mês de agosto, impulsionado principalmente pela categoria “viagem e turismo”, com 29,41% de inflação no período.

De acordo com o levantamento, as categorias que mais contribuíram para este resultado inflacionado foram produtos para casa (5,30%), livros (4,67%), perfumaria (4,07%), brinquedos (2,51%), linha branca (1,96%), CDs e DVDs (1,69%) e informática (0,75%).

O Provar e a Canal Varejo observaram deflação para as categorias telefonia (-5,48%) e eletrônicos (-1,91%). Já na avaliação da cesta composta apenas por automóveis, houve inflação de 0,61% para o período.

Segundo o professor Claudio Felisoni de Angelo, coordenador geral do Provar, os resultados deste mês indicam a movimentação do mercado impulsionado pelo planejamento antecipado das viagens de férias.

No próximo mês, os analistas estimam mais movimentação positiva, embora os resultados dos últimos 12 meses tenham registrado 10,33% de deflação.

O e-flation avalia uma cesta composta por 86 tipos de produtos pertencentes a lojas virtuais, possibilitando, para consumidores e varejistas, a análise mercadológica e a evolução temporal de preços e consumo por meio deste canal.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.