Valor lança Guia Econômico de Comércio Eletrônico


06/05/2003

Para algumas pessoas o e-commerce ainda gera dúvidas entre os usuários que fazem compras pela Internet e as empresas que utilizam seu potencial para gerar lucros. Para esclarecer todas as questões sobre o assunto, a Editora Globo lançou em abril um guia completo sobre e-commerce. O Guia Valor Econômico de Comércio Eletrônico é o sétimo título da série Guia Valor Econômico, livros que tratam de assuntos atuais e de grande interesse do leitor, como os já publicados sobre imóveis, aposentadoria, tributos e marketing, entre outros.

O livro, que já está à venda, esmiuça as transações comerciais feitas na Web, seja do ponto de vista do usuário que compra online, seja das empresas que utilizam o sistema para a venda de produtos e serviços, a fidelização de clientes ou o fortalecimento da marca no mercado.

O guia conta a história do comércio eletrônico ­desde seu surgimento mundial. Além disso, ele mostra como o Brasil está inserido neste cenário, fornecendo uma visão abrangente das transações eletrônicas que são realizadas no país, volume de negócios gerados na Web e entraves que impedem a adoção do sistema em nível nacional.

“O e-commerce está em sua fase de expansão após ter se consolidado nos últimos anos. O momento atual é base para as grandes mudanças nas formas de atuação das empresas e dos indivíduos e, por isso, torna-se imprescindível conhecer seus usos. Essa é uma das grandes contribuições do Guia Valor Econômico, pela abrangência de conteúdo e facilidade de leitura”, opina Alberto Luiz Albertin, professor, pesquisador e consultor da FGV-EAESP.

A edição explica o significado de termos comuns do segmento, como B2C e B2B, e antecipa a tecnologia do futuro que ainda não está sendo utilizada em larga escala: o m-commerce (comércio via telefone celular) e o t-commerce (comércio pela web na TV). O lançamento apresenta ainda histórias das bem-sucedidas companhias ponto.com que se tornaram famosas no mundo, como a Amazon e o Submarino­ e de empresas que, já com um nome no varejo, aumentaram seus lucros com os recursos do e-commerce, como a Lojas Americanas. Como diferencial, um texto extra traça a evolução do comércio desde os tempos da Idade da Pedra até a era informatizada.

“Foi importante a percepção da Editora Globo e do jornal Valor Econômico de que a crise das empresas pontocom não eliminou as enormes oportunidades do comércio eletrônico”, explica a jornalista Taís Fuoco, responsável pelo texto e pela pesquisa do guia. “Algumas sumiram do mercado com a mesma rapidez com que foram criadas, mas os negócios pela Web se fortaleceram, de forma definitiva, alterando a maneira de fazer contatos e vendas no país. A Internet se tornou uma enorme aliada tanto do consumidor, que ganhou opções de compra e mais voz, como das empresas, que puderam encontrar meios de reduzir seus custos e se aproximar ainda mais de seus clientes e fornecedores.”

Taís explica que o convite para tocar o projeto surgiu graças ao seu trabalho. “A Editora Globo e o Valor decidiram me convidar porque cubro o setor há bastante tempo (cerca de cinco anos) e tinha um bom panorama do assunto. Antes de trabalhar no Valor Online, onde estou há quase três anos, cobri esse segmento no site da revista Info (Editora Abril) e, antes ainda, na Gazeta Mercantil”.

Para escrevê-lo, a jornalista juntou o seu conhecimento com muita pesquisa e consultou suas fontes do dia-a-dia. “O guia é escrito da forma mais simples possível porque se destina desde o público mais leigo em Internet até às empresas que já negociam eletronicamente há tempos. A idéia é essa: que ele seja bem abrangente, a todos os tipos de público”, completa Taís.

Guia Valor E-Commerce, Taís Fuoco
Editora Globo
Preço: R$ 25,00
80 páginas

Raquel Pinto

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *