Uso de aplicativos mobile aumenta lucratividade das empresas

Pesquisa realizada com usuários de smartphones de todo o Brasil, indica que as redes sociais predominam entre os aplicativos mais populares no Brasil.

Navegar nas redes sociais é um dos principais usos dos smartphones

Navegar nas redes sociais é um dos principais usos dos smartphones entre os consumidores

A pesquisa Mobile Report feita pela Nielsen Ibope apontou que entre os dez apps mais utilizados pelos 68,4 milhões de brasileiros conectados por smartphones, quatro são de redes sociais ou de troca de mensagens e dois são para acesso a e-mail. Entre os aplicativos mais populares no país, já aparece um de banco.

A pesquisa, realizada entre 29 de maio e 9 de junho de 2015, também revelou que, no futuro, os dispositivos móveis dominarão quase totalmente a preferência dos consumidores.

criancas-smartphonesOs jovens brasileiros estão cada vez mais conectados e veem no smartphone a principal porta de entrada para o mundo digital.

Perguntados sobre quem é o maior usuário do tablet em seu domicílio, 28% responderam que são as crianças. Jovens da classe A usam mais smartphones que nas classes C, D, e E: 54% responderam que as crianças e adolescentes são os maiores usuários de tablets em casa. Consequentemente, a principal atividade realizada nesses equipamentos é jogar games. Em seguida, apareceram também em destaque na pesquisa as redes sociais, os vídeos e o e-mail.

Aplicativos são principais responsáveis pelas compras mobile no Brasil.

Outro dado impotante sobre a utilização cada vez maior de equipamentos móveis e aplicativos está no estudo feito pela Críteo que revelou que mais de 13% do comércio eletrônico brasileiro foi feito por meio de dispositivos móveis no segundo trimestre. A pesquisa com como base, dados de 1,4 bilhões de transações online que movimentaram US$ 160 bilhões de vendas mundiais no 2º semestre deste ano.

Só para ter uma ideia, uma em cada cinco transações das categorias de “Home” e “Saúde e Beleza” agora são feitas via mobile.

Todas essas informações reforçam a importância de que varejistas optem por priorizar os aplicativos como forma de incrementar a receita. Para os que já aderiram a essa tecnologia, os apps geraram aproximadamente 47% de toda a receita mobile.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.