União Européia trabalha para acelerar internet sem fio


21/07/2005

Comissão Européia abriu o acesso a uma nova freqüência de rádio que, segundo ela, acelerará o acesso à Internet em cafés e aeroportos na região. Ela faz parte da banda de cinco gigahertz (GHz) para o Wi-Fi, a tecnologia usada em laptops para conexão sem fio de alta velocidade com a Internet. O novo espectro permitirá transferência de dados a 50 megabits por segundo, comparada aos 10 megabits por segundo da atual freqüência de rádio de 2,4 GHz, originalmente usada para fornos de microondas. O espectro será colocado à disposição do acesso WiFi nos 25 países da União Européia e a Comissão deseja que os países membros implementem a medida antes de novembro. “Esperamos que a decisão de hoje propicie economia de escala a ser desenvolvida, e que os cidadãos e empresas européias lucrem com as conexões mais rápidas à Internet que ela propiciará”, disse o porta-voz da Comissão, Martin Selmayr, à Reuters.

Japão e Estados Unidos também estão implementando regras para o uso da freqüência de cinco gigahertz para o WiFi. A freqüência é usada para os serviços militares e de satélite, além do acesso sem fio, segundo a Comissão. Ela permitirá que os consumidores tenham acesso a serviços de telefonia via Internet (VoIP) em hotspots de todo o mundo, o que permitirá que evitem as taxas de roaming elevadas cobradas pelas operadoras de telefonia móvel.

A Comissão informou que o número de hotspots na Europa Ocidental deve subir a 45 mil no fim do ano, ante 26 mil. Isso se compara ao total atual de 29,4 mil na região Ásia-Pacífico e aos 22,7 mil dos Estados Unidos. “A decisão que a Comissão anunciou hoje ajudará o setor a criar serviços inovadoras, como telefonia por Internet sem fio, para o mercado europeu unificado”, afirmou Viviane Reding, comissária de Sociedade da Informação e Mídia.

De acordo com analistas de mercado, o número de usuários de Wi-Fi em todo o mundo deve subir para mais de 500 milhões ao longo dos próximos três anos, ante os 120 milhões atuais. Os fabricantes já começaram a distribuir equipamentos que podem usar parte da freqüência de 5 GHz, bem como a freqüência atual.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.