União Européia cogita revisão de leis de privacidade de dados

A União Européia está avaliando a possibilidade de acrescentar várias emendas à sua rigorosa lei de proteção de dados pessoais, depois que uma pesquisa online mostrou, nesta segunda-feira, uma ampla insatisfação do público com o atual regime.A pesquisa online da Comissão Européia, que consultou mais de 10 mil pessoas, mostrou que os cidadãos da União Européia não se sentem suficientemente protegidos em suas informações pessoais. “O resultado mais surpreendente da pesquisa é que poucos definem o nível de proteção de dados como alto”, disse Philippe Renaudiere, chefe da diretoria geral de Mercado Interno da CE, em entrevista à imprensa. “O mais decepcionante é que este é o objetivo exato que a diretoria pretendia atingir”, ponderou Renaudiere.Segundo as diretrizes de proteção de dados da UE, assinadas em 1995, dados pessoais, como fichas médicas, números de telefones e endereços de email, só poderiam ser revelados ou transferidos para terceiros com a autorização explícita do indivíduo. Essa medida previa o aumento da proteção da privacidade, mas acabou causando uma dor de cabeça burocrática para companhias que queriam transferir dados para outros países.As leis de privacidade também colocaram a UE em uma posição desconfortável diante dos Estados Unidos, uma vez que o bloco proíbe que dados sejam transferidos para companhias norte-americanas, a menos que elas façam uma promessa formal de respeitar as leis da União Européia.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *