Tentativas de fraudes em e-commerce crescem nos EUA


15/10/2003

As fraudes baseadas em internet estão crescendo tão rápido quanto o uso da grande rede. Esta é a constatação da fornecedora de sistemas de segurança e certificação digital, Verisign, ao analisar dados de seus próprios serviços de infra-estrutura entre agosto de 2002 e agosto de 2003. Segundo o estudo “Internet Security Intelligence Briefing”, divulgado na segunda-feira (13/10) pela empresa norte-americana, 6,2% das transações de comércio eletrônico realizadas nos Estados Unidos configuravam tentativas de fraude e mais da metade destas tentativas partiram de entidades de fora do país.

Entre maio e agosto deste ano, a avaliação revela que o número de incidentes com segurança de redes quase dobrou. Segundo a Verisign, ataques a redes e fraudes estão geralmente ligados.

“As análises mostraram uma relação extremamente alta (47%) entre as fontes de fraudes e as de ataques”, afirma o estudo. “Invasores que ganham controle de máquinas utilizam estes ambientes de hospedagem comprometidos tanto para promover ataques a redes como transações fraudulentas de e-commerce.”

Entre outras conclusões, o estudo mostra que dúvidas relacionadas a Servidores de Nomes de Domínio (DNS) cresceram 245% entre agosto do ano passado e agosto deste ano, em parte por conta do crescimento das mensagens de spam e de vírus que se propagaram em massa, via e-mail, como o Bugbear. (segue)

David Legard – IDG News Service, Austrália

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.