Sun e IBM apresentam novos supercomputadores mais velozes No ratings yet.

28/06/2007

A Sun Microsystems prepara um novo computador de alta-performance para apresentar em uma conferência na Alemanha, nesta terça-feira (26/06). A empresa depende que os chips de quatro núcleos da Advanced Micro Devices (AMD), que vão ser utilizados no supercomputador, estejam prontos para o lançamento.

O sistema batizado de Constellation será exibido na Conferência Internacional de Supercomputadores, em Dresden, na qual fabricantes se reúnem duas vezes por ano. É lá que deve ser lançada a nova edição da lista Top 500, que reúne os 500 maiores computadores do mundo, na quarta-feira.

A IBM, que liderava o ranking em novembro passado com seu Blue Gene/L, prometeu apresentar hoje um modelo ainda mais rápido, o Blue Gene/P. Segundo a empresa, o novo Blue Gene/P terá o triplo da performance da versão L, incluindo velocidade potencial de três 3 petaflops (três trilhões de operações de ponto flutuante por segundo).

Já o Constellation, da Sun, terá um total de 131.072 núcleos de processamento e até 1.08 petaflops de velocidade. Além disso, terá 100TB (terabytes) de memória e velocidade de transporte de informação para a central de processamento de 3TB por segundo. Um terabyte é aproximadamente 1 trilhão de bytes.

A Sun escolheu o AMD Opteron quad-core para seu sistema por considerar que ele será o chip mais rápido do mercado neste ano, disse Adreas Bechtolsheim, arquiteto-chefe e vice-presidente sênior do grupo de sistemas da Sun. “Ainda temos esperança de que eles vão entregar os chips a tempo”, ele disse. A expectativa é que o Constellation seja lançado antes da lista de novembro do Top 500.

O Constellation tem como alvo a IBM, que detém 47,8% de participação na última lista dos supercomputadores, pois a linha Blue Gene tem as máquinas “mais rápidas do mercado”, reconheceu Bechtolsheim.

Ele destaca contudo que o Constellation será  baseado em padrões abertos, como os processadores x64, servidores blade da Sun, armazenamento Sun Fire x4500 e sistema operacional Solaris, de código aberto, ou Linux, enquanto o Blue Gene é feito com componentes customizados.

A Sun está construindo o Constellation no Centro de Computação Avançada do Texas, na Universidade do Texas, que recebeu 59 milhões de dólares da Fundação Nacional de Ciência para financiar o projeto.

Robert Mullins é editor do IDG News Service, em São Francisco.

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *