Spam pornográfico cresce 350%


18/08/2004

A fornecedora anglo-americana de filtros anti-spam, Clearswift, divulgou na segunda-feira (16/08) uma pesquisa indicando que o spam pornográfico teve aumento de 350% desde junho, mas ainda representa cerca de 5% de todos os e-mails de propaganda indesejados em circulação. O ranking das mensagens eletrônicas indesejadas é liderado pelos serviços financeiros, com 39% do total, seguidos dos serviços médicos e remédios (30%).

Segundo a empresa, o resultado foi obtido utilizando uma ferramenta própria para detecção de mensagens de spam junto aos e-mails enviados a sua base de 15 mil clientes corporativos, em um total de 20 milhões de usuários únicos no mundo todo.

Segundo o site da Cleawswift, a Pfizer, fabricante do Viagra, também não está contente com o alto índice de spams médicos na web. Em recente pesquisa, a companhia descobriu um resultado alarmante: 25% dos homens pensam que a própria Pfizer é responsável por spams anunciando o remédio para impotência sexual.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.