Solução da Altiris traz recursos de streaming e suporte ao Windows Vista No ratings yet.

21/06/2007

A Symantec, empresa líder global em soluções de segurança e disponibilidade, acaba de lançar a atualização do Software Virtualization Solution (SVS) da Altiris. A nova versão do SVS passa a incorporar recursos de streaming de aplicações e o suporte ao Windows Vista. Com o SVS, usuários de estações de trabalho podem utilizar aplicações remotas sob demanda, transferindo-as para o seu micro somente no momento em que o software for ativado. A licença, apenas para uso pessoal, pode ser baixada pela internet nos sites www.tucows.com, www.download.com, www.softpedia.com, www.svsdownloads.com e www.pcmagazine.com.

 

Steve Morton, vice-presidente de estratégia e marketing de produtos da Symantec, unidade de negócios da Altiris, explica que a solução SVS da Altiris enfrenta um dos mais significativos desafios de propriedade de software ao tornar real o que era visto como impossível. “Com as modificações realizadas, o SVS simplifica a compatibilidade de aplicações e a computação sob demanda. As implementações do Windows Vista criam uma oportunidade excelente para os departamentos de TI tomarem o controle de seus ambientes computacionais, diminuírem os custos e aumentarem os níveis de serviços”, ressalta Morton.

 

Symantec e AppStream

 

As inovações do SVS ocorrem graças a união da Symantec e AppStream, pioneira em desenvolvimento de aplicações sob demanda, para oferecer soluções para entrega de aplicações virtualizadas sob demanda. A tecnologia da AppStream permite a transferência, com eficiência e flexibilidade, de programas para o desktop. A soma de expertises dessas companhias leva, para o PC, a possibilidade de utilizar aplicações dentro do modelo de streaming ou on demand. Com isso, o usuário do desktop só utiliza os aplicativos quando realmente estiverem em uso.

 

O novo SVS da Altiris elimina conflitos entre aplicações, mantém as bases do Windows intocadas e fornece streaming de aplicação eficiente e flexível para agilizar demandas de negócios conforme o necessário. A solução oferece diversos benefícios às empresas, entre eles: maior controle do ambiente de software; serviços mais eficientes com a entrega sob demanda de aplicações e reparos no software; flexibilidade para mover rapidamente usuários e aplicações entre computadores; redução no custo da licença do software; diminuição dos custos de testes e de help desk, por meio de operações de software sem conflitos; melhoria na experiência do usuário por meio de operações de software livre de conflitos; e flexibilidade para mudar rapidamente usuários e aplicações entre computadores.

 

Virtualização turbinada

 

Para Morton, a transferência de dados em tempo real está se tornando um componente integral do segmento de virtualização de aplicações. Trata-se de um mecanismo de entrega instantânea que complementa a virtualização de aplicações. “As tecnologias, combinadas, tornam-se uma poderosa ferramenta para gerenciamento e controle de software”, afirma.

 

O SVS cria pacotes virtuais e portáteis de software que podem ser rapidamente instalados ou desinstalados nos computadores dos usuários finais. Diferente de outras tecnologias de virtualização de aplicações, esta solução protege o sistema operacional do cliente, elimina conflitos de software e minimiza chamadas ao suporte, pois mantém o comportamento normal das aplicações e a experiência do usuário final. Junto com a transferência em tempo real, o SVS melhora a produtividade do usuário, enquanto reduz o trabalho diário da TI em manter as aplicações.

 

O AppStream 5.1, por sua vez, oferece uma plataforma de entrega sob demanda para o software SVS. A integração da tecnologia da AppStream com a da SVS traz o mais moderno método para rastrear, monitorar e restringir aplicações à distância, de forma centralizada. A integração também simplifica e organiza a atualização de software, processo que passa a não ser notado pelos usuários. O acordo de licença para adquirir o software é automático.

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *