Sites políticos crescem 400%


28/10/2004

A Websense, provedora de soluções para o gerenciamento do uso da Internet por funcionários (EIM), afirma que a disposição do acesso à Internet corporativa combinada com a alta exposição de conteúdo político na web, como em blogs, noticiários, sátiras e sites de candidatos, estão mudando o caráter das eleições de 2004 dentro do local de trabalho. Segundo dados da companhia, o número de sites políticos na Internet passou de 3 mil em 2000 para mais de 17 mil nesse ano – um crescimento de aproximadamente 400%.

De acordo com a ClickZ, desde a última eleição presidencial em 2000 nos Estados Unidos, o número de americanos que utilizam a Internet no local de trabalho aumentou em aproximadamente 20 milhões. Em agosto de 2004, 137 milhões de americanos utilizavam a Internet, sendo que 51,8 milhões admitiram manejá-la durante o expediente nas empresas em que trabalham. Ainda nesse país, um estudo recente da comScore mostrou que o acesso aos sites dos candidatos presidenciais, JohnKerry.com e GeorgeWBush.com, por exemplo, tem se concentrado durante as horas de trabalho, sendo que em alguns dias esses sites receberam mais de 45 mil visitantes por hora nos períodos de pico – aproximadamente entre 11h e 15h.

Em alguns casos, sites satíricos e de paródias políticas geram mais interesse até mesmo do que os próprios sites oficiais dos candidatos. O site político popular JibJab.com, por exemplo, em que pode-se ver tanto o Presidente Bush quanto o Senador Kerry cantando ´´This Land is Your Land´´ (Este País é o Seu País), já foi visitado mais de 65 milhões de vezes desde seu lançamento em julho de 2004. Em certos períodos, chegou a atingir mais de um milhão de visitas por dia e teve mais de três vezes o total combinado dos visitantes dos sites JohnKerry.com e GeorgeWBush.com.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.