Sites estreitam relacionamento profissional

26/05/2007

Cada vez mais as relações entre as pessoas migram para o meio virtual – a popularização do e-mail, comunicadores instantâneos e sites de relacionamento está aí para provar isso. E esse “boom” do contato on-line não acontece só no âmbito pessoal: além daquelas pessoas que resolvem grande parte de seus negócios por e-mail, cresce cada vez mais o uso de sites de relacionamento para fins profissionais, como o LinkedIn, já bastante difundido por aqui, e o brasileiro Via6.

Esses sites funcionam basicamente como o Orkut, mas de uma forma bem mais discreta e com usuários de perfil diferente: os internautas não estão lá para fazer amigos ou exibir as fotos das últimas férias, mas sim para ampliar sua rede profissional de relacionamentos. Vale lembrar que o Orkut também tem uma parte voltada para informações profissionais, que é ignorada pela grande maioria dos usuários.

“No LinkedIn, a maioria dos contatos realmente se conhece e se relaciona, e os perfis estão todos voltados para o profissional. Não me lembro de ter visto ninguém discutindo outros tipos de assunto”, conta o gerente de negócios Américo Fabian, que se inscreveu no site há três anos, por indicação de um amigo dos Estados Unidos.

Além de divulgar dados profissionais num perfil parecido com um currículo, e de oferecer contatos entre os usuários, o principal objetivo dessas páginas é divulgar vagas de emprego, além de serem usadas por aqueles que procuram novos funcionários. “É uma estrutura muito específica: você está ali exclusivamente para o relacionamento profissional”, explica Fabian, que já chegou a fazer entrevista para uma vaga de emprego descoberta no site.

Utilidade

Para Constantino Cavalheiro, diretor da empresa de recursos humanos Catho Educação Executiva, essas páginas são uma forma válida para estabelecer contatos e podem ser muito úteis, desde que bem utilizadas. “Isso é possível mantendo o perfil o mais completo possível, com a empresa atual, empregos e cargos anteriores, além da formação acadêmica”, ensina o especialista.
 
Divulgação

O LinkedIn tem um sistema que avisa os usuários sobre outras pessoas com perfil semelhante, como aquelas que cursaram a mesma faculdade ou trabalharam na empresa. Para Cavalheiro, isso permite resgatar velhos conhecidos e estabelecer novos contatos úteis. Além disso, a página coloca um freio na espionagem virtual, já que o usuário só tem acesso ao perfil de seus contatos diretos. Nesse site, os “amigos dos amigos” ficam inacessíveis.

Não é por isso, no entanto, que o usuário deve tentar acrescentar toda e qualquer pessoa em sua rede. “É bom ter muitos contatos, mas somente aqueles válidos. Não adianta ter diversas conexões, se não conhecer de verdade essas pessoas”, acredita Cavalheiro. Se quiser adicionar alguém com quem não tem uma relação estreita, não seja invasivo. “Nesses casos, é bom pedir para um amigo em comum fazer uma intermediação, evitando a abordagem direta.”

Oportunidades

Marcela Mendonça, publicitária, começou a utilizar o site em seu antigo emprego e, através dele, conseguiu o cargo atual. Ela também está cadastrada na página brasileira Via6, mas ressalta que o LinkedIn, por ser internacional e em inglês, pode trazer oportunidades que não seriam divulgadas por aqui. “O bom desses sites é que você se sente mais segura: o layout é feito para ser mais prático e direto, sem fotos e espaço para informações desnecessárias. Isso elimina a bagunça das redes voltadas para o social.”

Ela divulga em ambas as páginas seu e-mail profissional, o que indica seriedade no uso das ferramentas, e já divulgou vagas para amigos que conseguiram emprego. “Quanto mais específico for seu perfil e mais seus contatos lhe conhecerem, melhor. Assim, você recebe vagas mais de acordo com o que quer e não perde tempo”, explica.

Sites relacionados:
www.linkedin.com
www.via6.com

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *