Sites de busca podem ser alidados ou inimigos das empresas

28/08/2008

Quando alguém procura informações sobre um assunto na internet, em geral recorre aos sites de busca. Em torno de 80 deles faz isso no Google. Estima-se que uma em cada seis pessoas no planeta faça isso diariamente, o que dá a incrível marca de 1 bilhão de usuários utilizando sites de busca todos os dias. Só nos Estados Unidos, foram nada menos que 94 milhões de internautas diferentes acessando o Google em maio último — cerca de um em cada três americanos. Embalado por esses números, os links patrocinados se tornaram um modelo inovador de publicidade que permite às empresas estarem visíveis no exato momento em que o consumidor procura informações que tenham a ver com seus produtos ou serviços. O que ninguém controlava, pelo menos até recentemente, era como a imagem corporativa apareceria nos resultados das buscas.
 
POis é, aconteceu com a Dell. O jornalista americano Jeff Jarvis, colunista do diário inglês The Guardian e criador de um blog chamado Buzz Machine, usava esse espaço para escrever sobre mídia online e comentar sobre o futuro do jornalismo. Ao comprar um notebook da Dell, uma das mais respeitadas fabricantes de computadores do mundo, por azar a máquina veio com defeito. Como a companhia não resolvia o tal problema, Jarvis resolveu partilhar seu infortúnio na internet. Irônico, apelidou o caso de “Dell Hell” (Dell Inferno). A partir daí, o alcance de seu blog e a reputação da empresa sofreram drásticas transformações. Até o segundo semestre do ano passado, quando alguém digitava "Dell" no Google, apareciam mais de 5 milhões de resultados relacionados à expressão “Dell Hell” escritos, na sua maioria, por consumidores descontentes com a empresa.
 
Ou seja, apesar de ser um aliado na divulgação de uma empresa através da internet e até mesmo na geração de vendas, um site de busca pode também expor as corporações a críticas vindas de blogs,foruns e grupos de discussão.
 
Por causa disso vem surgindo um novo formato de marketing em sites de busca, Utilizando técnicas de SEO (otimização para sites de busca, em português), publicitários e marketeiros tratam de prevenir o mercado contra notícias negativas. como? Publicando notas e fatos positivos sobre as empresas em blogs, sites, portais, endim em todo lugar possível no meio online, de forma otimizada, de modo que sejam indexados pelos buscadores. Ou seja, um trabalho  que implica na geração de fatos e conteúdo para enfatizar a integridade e a notoriedade das empresas.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.