Sites com mais serviços reforçam a fidelização de clientes No ratings yet.


25/02/2003

Até bem pouco tempo, as empresas costumavam usar seus sites na Internet para divulgar seus produtos e cumprir a função institucional de apresentar seus colaboradores, parceiros, sua linha de trabalho e algumas fotografias. Mesmo naquela época e naquele formato, nem tão remotos assim, os sites já funcionavam como uma importante ferramenta para prospectar novos clientes e manter um certo contato com os antigos.

Com o aumento mais do que exagerado do número de sites na rede, o que aconteceu foi que as empresas tiveram de correr atrás do prejuízo, da mesma forma como fazem na “vida real” diante da concorrência. Hoje estão mudando completamente de formato. “Os sites estão agora mais completos”, explica Luiz Renato Roble, diretor de criação da Datamaker Designers, de Curitiba. “Não oferecem mais apenas a imagem institucional da empresa, mas uma série de serviços para o visitante. O objetivo é fazer com que ele volte sempre, mantendo uma certa fidelidade nessa loja virtual, assim como faz nas lojas de que gosta no mundo real”.

Carlos Niemeyer, da Hidea.com, empresa desenvolvedora de sites para empresas dos mais diferentes setores, é da opinião de que um site pode até ser somente institucional. “Mas quem possui um site desse tipo deve ter em mente que ele servirá apenas para a divulgação de alguns dados – produtos, serviços, histórico da empresa, a clientes que atende – que provavelmente serão pouco consultados complementa. “A vantagem, nesse caso, é o baixo investimento, de tempo e dinheiro, para quem quer apenas um meio de divulgar sua empresa, no meio que é a Internet, à disposição do cliente 24 horas por dia”.

Segundo o web designer, o mais interessante é que o site ofereça mesmo algum valor para quem o acessa. Isto porque quando a empresa possui alguma ferramenta desse tipo consegue criar uma interação com o cliente, que passa a ter uma ligação permanente através do site. “Conseqüentemente, esse cliente irá gerar mais contatos para a empresa pois, satisfeito com o serviço, fará questão de divulgar isso para outras pessoas, talvez prospects daquela mesma empresa”, esclarece Niemeyer. “Isso é muito comum entre os internautas que costumam ter listas de endereços para divulgar o que existe de bom na rede. Ou seja, a audiência vem naturalmente”. (segue)

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *