black hat vs white hat

SEO black, white e gray hat: entenda a diferença entre eles de uma vez por todas

Por mais que práticas de SEO gray e black hat tragam resultados rápidos, apenas o white hat dá a segurança de não ser punido pelo Google. Veja diferenças entre as práticas.

Desde que a web surgiu, os consumidores a usam a seu favor para economizar em suas compras, além de descobrir novos produtos e marcas. Em 2010, a TNS Research International revelou que nada menos do que 90% dos brasileiros tinha o hábito de recorrer aos mecanismos de busca antes de uma compra.

Atualmente, com a disseminação dos smartphones, estar bem posicionado no Google e em mecanismos análogos é cada vez mais importante para o sucesso do seu negócio, mesmo que ele não seja online: 47% dos consumidores procuram informações na internet antes de fazer uma aquisição em uma loja física, de acordo com a SPC Brasil. Com isso, as empresas investem cada vez mais em estratégias de otimização de site SEO e links patrocinados.

Entretanto, as técnicas de SEO devem seguir práticas corretas, podemos dizer “saudáveis”.  Enquanto algumas são vistas com bons olhos pelos mecanismos de busca, outras, por serem consideradas desonestas, podem acarretar em punição ou, até mesmo, banimento das páginas de resultados.

Confira, neste post, a diferença entre técnicas consideradas de boa-fé (white hat), má-fé (black hat) e a zona “cinzenta” que está entre elas (gray hat):

black hat vs white hat

SEO white hat

O white hat é a zona segura do SEO. São técnicas que, além de ajudarem a melhorar o ranqueamento da sua página, o fazem de forma limpa e honesta. Alguns exemplos seriam o link building genuíno, sem compra de parcerias, a produção de conteúdo de qualidade, a redução do tempo de carregamento das páginas do site e um design inteligente, que privilegie a experiência do usuário, entre outras.

Contudo, é preciso ter paciência: por maior que seja a competência do profissional ou empresa de SEO que faz o trabalho, o investimento em técnicas white hat pode demorar meses para dar resultado: afinal, você compete com páginas que estão há anos no Google, e que, consequentemente, têm reputações mais fortes.

Ainda assim, o esforço vale a pena. Uma vez que o algoritmo reconhece a qualidade da sua página, você ganha um passaporte para os primeiros resultados das buscas, o que significa mais cliques e, consequentemente, mais vendas.

SEO black hat

O SEO black hat também dá resultados. Eles são, inclusive, mais rápidos que o white hat: sua página pode ser levada aos primeiros resultados quase que instantaneamente. O problema é que as técnicas de black hat são consideradas desonestas tanto com os usuários quanto com os algoritmos dos mecanismos de busca.

Algumas delas são o cloaking (mostrar um conteúdo para o usuário e outro para os mecanismos de busca), o uso de link farms (sites feitos única e exclusivamente para ganhar links, geralmente mediante pagamento), o keyword stuffing (uso excessivo e não natural de palavras-chave em seu conteúdo) e o conteúdo oculto (conteúdo publicado na mesma cor que o fundo e outras formas de “esconder” textos). Assim, por mais que o usuário não o veja, o mecanismo de busca o nota.

É justamente a desonestidade destas técnicas que faz com que os mecanismos de busca punam quem as usa. Em uma primeira ocorrência, ela pode ser mais branda: você pode ser jogado para páginas de resultado distantes da primeira. Em casos mais graves, ou de reincidência, você pode ser suspenso, ou, até mesmo, banido permanentemente dos resultados.

Ou seja: está claro que o black hat tem tudo para ser um péssimo negócio para o seu site.

SEO gray hat

Já o SEO gray hat representa o meio termo entre white e gray hat. São sites que, normalmente, jogam conforme as regras e usam técnicas que não burlam as regras para melhorar sua posição nos rankings. Contudo, em determinadas ocasiões, eles também podem cruzar o limite entre o certo e o errado, usando técnicas de black hat. E, nestes momentos, eles também correm o risco de serem pegos e punidos.

Vale ressaltar que uma prática desonesta pode levar meses – ou até anos – de trabalho e esforço para o lixo: o Google punirá sua página mesmo que você sempre tenha usado técnicas honestas. Portanto, para não correr riscos, a recomendação é que os sites observem estritamente as técnicas de white hat.

Como recuperar minha página depois de uma penalização?

Arriscou no black hat e seu site foi punido? Infelizmente, é algo perfeitamente possível. Com a concorrência cada vez mais alta, os mecanismos de busca estão cada vez mais atentos à quem descumpre as regras.

A solução para a penalização depende da situação: caso seja a primeira punição, a situação normalmente volta ao normal em algumas semanas ou meses, desde que você jogue limpo.

Agora, caso o seu site seja reincidente, a situação fica mais complicada: será preciso um longo trabalho de white hat para convencer o mecanismo da idoneidade do site. Em casos de banimento definitivo, será preciso adquirir outro domínio.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.