Semp Toshiba Informática anuncia cinco novos modelos de notebooks

Lia VasconcelosCom foco no mercado corporativo, empresa traz lançamentos nas linhas Satellite, Portégé e TecraLia VasconcelosEstimava-se que neste ano o mercado de desktops iria crescer 10% e o de notebooks, 14%. Agora, entretanto, as consultorias estão revendo essa expectativa. Ao invés de crescimento, retração. O mercado de desktops deve diminuir 3,5% e, no melhor dos cenários, o de notebooks ainda consegue um crescimento de 2,5%. Mesmo diante de tal panorama, a Semp Toshiba Informática está colocando no mercado brasileiro cinco novos modelos de notebooks das linhas Satellite, Portégé e Tecra.”A família Satellite tem orientação mista. Tanto é voltada para a automação da força de vendas de uma empresa, como para consumidores finais. Já a linha Tecra tem como seu principal foco o alto executivo que com esses notebooks pode abandonar o uso de desktops, já que aqueles têm as mesmas funções destes, inclusive DVD acoplado”, afirma Pedro Saenger, diretor de vendas e marketing da Semp Toshiba Informática. Segundo o executivo, a família Portégé é voltada para quem precisa de portabilidade, já que o lançamento desta linha, de acordo com a companhia, é o mais fino e leve do mercado. O modelo Portégé 2000 pesa cerca de 1,18 quilo.Para Saenger, estamos vivendo um ano atípico, uma vez que normalmente as vendas, no Brasil, se concentram no terceiro trimestre. “É provável que quando chegarmos no final do ano, descobriremos que, na verdade, o trimestre mais forte deste ano em termos de volume de vendas foi o primeiro, que normalmente é sempre o mais fraco”, analisa. De acordo com o executivo, entretanto, o mercado corporativo não se encaixa muito nesse padrão e passa agora por um perído interessante. “Isso por que este é o momento em que os orçamentos estão sendo discutidos e as vendas devem aumentar no último quadrimestre”, diz o executivo.Segundo Saenger, a Semp Toshiba tem atualmente cerca de 31% de participação no mercado de notebooks. Mas o que ainda pesa mais no faturamento da empresa são as vendas de desktops, que representam 50% da receita da companhia. Os notebooks, ficam com 35% e as copiadoras, com 15%.Como as consultorias, a Semp Toshiba também está revendo suas metas de crescimento. “Esperávamos aumentar em 50% as vendas de desktops e notebooks, mas na realidade não cresceremos nada com a venda de desktops e conseguiremos aumentar bem pouco o volume de vendas de notebooks. Já no segmento de copiadoras, a expectativa é crescer aproximadamente 25%”, afirma Saenger. Lia Vasconcelos é repórter de InformationWeek Brasil. Email: lvasconcelositmidia.com.br

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *