Saramago diz ser impossível transmitir emoções por e-mail


26/03/2003

O Nobel português de Literatura José Saramago afirmou que a comunicação moderna, através do e-mail, priva os seres humanos da possibilidade de transmitir emoções e representa “uma vingança da tecnologia”.

“Na comunicação direta intervêm o olhar, o cheiro, a presença física. Em uma carta pode ainda cair uma lágrima, mas o e-mail nunca pode ir acompanhado de emoções”, explica o escritor português em entrevista publicada hoje pelo diário romano Il Messagero.

Saramago, que se encontra na capital italiana para participar de um congresso de literatura na Universidade Roma Tre, lamenta que os homens “terminarão um dia trancados em um quarto com uma tela, comunicando-se com todo o mundo mas sozinhos”.

“É a vingança da tecnologia. O homem contemporâneo precisa dela, mas a fazem perder as emoções e sua identidade. É um cenário terrível”.

O escritor vai mais longe e garante que, com a entrada no terceiro milênio, “não só terminou um século, terminou uma civilização”, ao considerar como os avanços tecnológicos transformaram completamente nossa sociedade.

“O pessimismo pode ser uma boa estratégia para compreender as coisas e poder mudá-las. Não me fio nos otimistas que pensam que vivemos no melhor dos mundos”, diz.

Agência EFE

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.