Robô opera o coração sem precisar abrir o peito


20/11/2002

Uma cirurgia cardíaca com apenas quatro pequenos cortes em vez de uma longa incisão no peito parece ser eficaz, disseram cientistas ontem. A técnica, que utiliza braços robóticos equipados com uma minicâmera, é cara, mas fará parte da cirurgia do futuro, de acordo com o estudo do Instituto do Coração do Centro Médico Presbiteriano de Columbia, em Nova York.

“Queríamos saber se era possível operar dentro do coração desses pacientes sem fazer nenhuma incisão”, explicou Mehmet Oz, diretor do instituto. “Não só demonstramos que a operação é possível como também mostramos isso em mais de uma dúzia de pacientes.”

Foi a primeira grande cirurgia cardíaca realizada nos Estados Unidos sem abertura do peito. Os resultados do experimento foram apresentados durante o encontro científico anual da Associação Americana do Coração.

O procedimento foi empregado para reparar dois defeitos congênitos que deixam uma abertura entre as duas câmaras superiores do coração. A cirurgia consiste de fechar o buraco com um material ou costurar a abertura.

A operação foi realizada em 15 pacientes entre 22 e 68 anos, de acordo com a pesquisa.

“Embora o equipamento seja caro, definitivamente isso fará parte do futuro”, afirmou Michael Argenziano, principal autor do estudo. “Os pacientes vão insistir nesse procedimento, apesar do custo, pois ele é esteticamente superior e permite uma recuperação muito mais rápida.”

O equipamento robótico usado foi desenvolvido pela empresa Intuitive Surgical Inc., em Sunnyvale, Califórnia.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.