Riscos de ciberataques podem aumentar com guerra


18/02/2003

O National Infrastructure Protection Center (Centro de Proteção de Infra-Estrutura Nacional), braço de segurança digital do FBI, está alertando para o risco redobrado de invasões virtuais, com a eminência da guerra entre os Estados Unidos e o Iraque. Em aviso dado ao mercado, a organização afirma que experiências recentes mostraram que durante os períodos de tensão internacional, as atividades cibernéticas ilegais normalmente aumentam.

Os ataques podem vir de fora dos Estados Unidos, inclusive patrocinados pelos próprios governos do Iraque ou Coréia, por exemplo, ou, pelo que chamam de “hacker patrióticos”, pessoas que pretendem atrapalhar a infra-estrutura das redes dos países.

O alerta faz algumas recomendações para os administradores de redes, como atualizar os softwares antivírus, ficar atento para arquivos atachados contaminados e avisar os funcionários sobre o crescimento dos riscos. Além disso, as empresas devem ter um esquema de segurança implementado, incluindo filtros de conteúdo na Web e de e-mail, para deter as ameaças, bem como planos de recuperação e respostas em caso de eventos.(segue)

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.