Reclamações sobre sites de leilão dobram em dois anos nos EUA


03/05/2005

O número de reclamações sobre sites de leilão praticamente dobrou nos últimos dois anos, de acordo com a FTC (Federal Trade Commission, nome em inglês para comissão federal de comércio).

Em 2002, o total de queixas de internautas norte-americanos foi de 51 mil. Em 2004, 98 mil de um total de 635,2 mil usuários sentiram-se lesados ao tentar comprar bens em páginas virtuais.

O número total de internautas que utilizaram o serviço nos dois anos citados também cresceu –o órgão, no entanto, não especifica esses valores. De acordo com a agência de notícias “Associated Press”, os sites de leilão tornam-se cada vez mais populares, pois com eles os usuários podem fazer compras de casa ou do escritório.

Os protestos vão desde produtos que não foram entregues até pessoas dizendo que o item adquirido não valia nem a oferta inicial divulgada nas páginas.

De todas as reclamações registradas pela FTC em 2004, aquelas relacionadas aos leilões virtuais responderam por 16% do total. Em 2002, essa porcentagem era de 13%.

A única categoria que teve mais queixas no ano passado foi a de roubo de identidade: 39% do total. Por cinco anos consecutivos, esse problema lidera a lista das queixas mais comuns.

Com agências internacionais

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.