Razão e sensibilidade nos negócios Web


02/05/2003

Confusão. Esta certamente será a primeira reação de quem tentar decifrar os números apresentados em pesquisas recentes sobre a adoção de negócios eletrônicos nas corporações brasileiras e compará-los com a opinião dos fornecedores de plataformas e aplicativos Web. Explica-se: com poucas semanas de diferença, a Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e a FGV (Fundação Getúlio Vargas) divulgaram pesquisas sobre o assunto.

No primeiro estudo, realizado em parceria com a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da USP) o resultado foi de que cerca da metade das empresas pesquisadas – ressalte-se que somente no Estado de São Paulo – enquadra-se no perfil conservador, ou seja, onde a qualidade de uso da TI é pequena ou deixa a desejar. Em suma, os responsáveis pela pesquisa concluíram que, apesar de evoluir, a adoção de negócios eletrônicos ainda é lenta na indústria paulista.

Seguindo caminho semelhante, a FGV detectou que o valor atualmente transacionado em comércio eletrônico representa 2,39% do mercado total e 0,79% para negócios ao consumidor. A conclusão da pesquisa diz que “os índices podem ser considerados significativos e confirmam a tendência de crescimento, agora mais cautelosa e com busca de retornos mais efetivos dos investimentos”.

Os dois estudos também convergem na identificação das aplicações mais intensamente utilizadas pelas empresas. Elas são, na definição da Fundação Getúlio Vargas, aquelas que podem ser consideradas como bastante assimiladas: home page, e-mail e troca eletrônica de documentos. Utilizações mais sofisticadas começam a ser planejadas, mas ainda em pequeno volume.

Conclusões como estas poderiam causar desânimo em empresas que vêm apostando parte de suas fichas no desenvolvimento e comercialização de plataformas e aplicativos Web. Mas eles parecem não se incomodar com isso. (segue)

Fábio Barros

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *